Busca Home Bazaar Brasil

Conheça os treinos que irão bombar em 2018!

Em comum? Eles passam num piscar de olhos, são divertidos e têm resultados incríveis em perda de gordura e tônus muscular

by Ariene Oliveira

por Anna Paula Buchalla

Foto: Arquivo Bazaar

Foto: Arquivo Bazaar

SURFITNESS

A novidade já chegou na Les Cinq Gym, academia boutique de São Paulo: a aula de Surfitness foi inspirada no universo do surfe para desenvolver força e resistência muscular, melhorar o condicionamento cardiovascular, emagrecer, afiar a coordenação motora e melhorar o equilíbrio. O treino tem como ponto de partida um aparelho, uma releitura de uma prancha, chamado Surfitness Board, criado inicialmente para atender surfistas que precisam treinar mesmo longe da praia.

Ele é coberto por uma superfície emborrachada, que se movimenta sobre duas bolas resistentes (suportam até 400 kg e não estouram), conectadas por fitas que permitem ajustar sua instabilidade. A prancha possui, ainda, um sistema de hastes retráteis para engate de elásticos, remo ou barra que permite a realização de exercícios com sobrecarga ajustável.

Os movimentos são os mesmos do surfe, como remadas, agachamentos e flexões, que ativam os músculos do core, braços e pernas. A aula é divertida e superenergética – indicada para quem já surfa e para os que jamais pisaram em uma prancha antes. “É um treino intenso de força e resistência com gasto calórico de 600 calorias”, anunciou o treinador Rodrigo Sangion, nome à frente da Les Cinq Gym.

HIIT

O treino intervalado de alta intensidade (HIIT) não é novo, mas aparece como a primeira tendência fitness de 2018 em uma pesquisa feita anualmente por entidades esportivas americanas como American College of Sports Medicine e American Council on Exercise. O treino atrai por ser curto, em média é feito em meia hora, mas com ótimos resultados em emagrecimento e saúde.

Um dos métodos mais eficientes de queima de gordura rápida, ele é baseado na combinação cientificamente provada de sessão curta, com exercícios feitos na mais alta intensidade possível. As combinações de exercícios funcionais são muitas e incluem corrida, pedalada, agachamentos e uso de halteres, barras, cordas, TRX e trampolim, entre outros.

XBODY

Nessa linha de treinos compactos, a grande tendência, que já está aparecendo com força, é a tecnologia XBody. Vinte minutos sem peso, apenas com eletroestimulação muscular, equivalem a três horas de academia. Bazaar testou por três meses o treino, em média duas vezes por semana. Os resultados impressionam: músculos tonificados, aumento da resistência, perda de peso e (o mais incrível!) melhora da celulite.

Nos treinos da TecFit Brasil, hoje com duas unidades em São Paulo (Moema e Brooklin) e outra no Rio (Barra da Tijuca), 90% das fibras musculares do corpo são ativadas ao mesmo tempo. Isso graças a movimentos voluntários e involuntários provocados pela corrente elétrica que vai direto na musculatura. Os exercícios são os mesmos de um treino funcional: agachamentos, flexões, abdominais, aeróbicos (corridas e saltos, por exemplo), prancha, exercícios de luta e movimentos com o peso do corpo.

“Os principais benefícios são tonificação, resistência e ganho de força”, explica Keko Rodrigues, diretor técnico da TecFit. Os alunos usam uma roupa especial, feita com um tecido que retém a água perdida em forma de suor. É essa água que ajuda a conduzir a eletricidade dos fios, presos à vestimenta high tech. A sensação estranha dos choquinhos vai sendo amenizada com o tempo. Cabe ao profissional que acompanha as aulas estabelecer a intensidade e o tipo de série ideal para cada aluno, de acordo com os objetivos e metas. Como não há pressão nas articulações e tendões, o risco de lesões é mínimo.

 

O NOVO GURU DAS MODELOS

Elas estão voando de qualquer parte do mundo para o Texas. O destino? O estúdio do personal trainer John Benton. Ele é o “cara” que está fazendo milagres em redução de medidas de quadris e cintura. Não precisa dizer que essas são as partes do corpo mais difíceis de encolher – sim, até no caso das modelos!
Tudo começou quando um booker de Dallas enviou a ele uma de suas meninas – linda, mas com quadris incompatíveis com a indústria da moda. Ele percebeu que não poderia treinar uma modelo da mesma forma que suas alunas comuns. Com tentativas e erros, chegou
a um programa de treino e dieta específico para as tops.
Treinos convencionais pregam que são necessários vários tipos de agachamentos para tonificar quadris e glúteos mais um bom shake de proteína pós-treino. “Isso pode ser um erro no caso das modelos”, ensina ele. O segredo de John é lançar mão de exercícios que focam músculos secundários, menos predispostos a aumentar em tamanho. O resultado? Um corpo mais forte, mas incrivelmente mais fino.
Mas não espere muitos detalhes: ele não revela tudo, evidentemente. Ah, sim, as modelos treinam com ele duas horas por dia. De cinco a seis vezes por semana. Milagres não existem, certo?

 

Tags: