Busca Home Bazaar Brasil

Os tratamentos estéticos que devem ser a sensação para o verão

Eles combatem celulite, flacidez, gordura localizada...

by Guilherme Rodrigues
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Por Anna Paula Buchalla

Enfim, o velashape 3:
Aguardadíssima, a versão mais potente da radio-frequência eleita de muitas mulheres agora trata gordura localizada além de celulite e flacidez. “O equipamento está três vezes mais potente. Além disso, a radiofrequência do VelaShape passou para 150W, o que fornece calor de forma mais intensa”, explica a dermatologista Claudia Marçal, membro da Academia Americana de Dermatologia. A tecnologia, recém-aprovada pela Anvisa, utiliza a radiofrequência bipolar associada ao infravermelho e ao vácuo.“No procedimento, as células de gordura são aquecidas e destruídas de forma segura e sem dor”, diz a dermatologista Maria Bussade. Ele também estimula a formação de novo colágeno, melhorando a flacidez. O novo equipamento atinge mais rapidamente a temperatura ideal, reduzindo o tempo de sessão. Cada uma dura, em média, uma hora e são necessárias quatro sessões, uma a cada 15 dias.
Indicação: gordura localizada, celulite e flacidez
Número de sessões: 4
Preço estimado: R$ 4.800 (4 sessões).

Bye, bye Criolipólise: a promessa do novíssimo LMG Smart Laser é reduzir mais gordura localizada do que a criolipólise em apenas uma sessão. A tecnologia não é invasiva: o laser de fibra ótica tem alta afinidade pela gordura. O equipamento age por meio de um pequeno furo, onde é aplicado o laser, e que cicatriza sem precisar de ponto. Segundo o dermatologista Abdo Salomão Jr., ele esculpe o corpo em apenas uma sessão. O laser eleva a temperatura dos adipócitos a mais de 100°C e quebra a gordura, que vira óleo e é eliminada pelo organismo naturalmente”, conta. A fibra ótica é muito fina, do tamanho de um fio de cabelo, e o furo pode ser feito em qualquer local: na barriga, no joelho, na parte interna do braço e até na face. A tecnologia LMG Smart Laser é indicada também para as pacientes que têm pouca gordura e querem esculpir a silhueta corporal.“O procedimento praticamente não dói, porque é aplicado justamente em uma região onde não há terminação nervosa”, explica o médico. O tempo de recuperação é de um ou dois dias, no máximo.
Indicação: tratamento da gordura localizada
Número de sessões: 1
Preço estimado: de R$ 2.500 (papada) a R$ 8.000 (abdômen),dependendo da região a ser tratada

O novo fotona: sucesso na Europa, o TightSculpting, nova tecnologia da estação de lasers Fotona contra gordura e flacidez, acaba de chegar ao Brasil. O procedimento reduz a gordura localizada no subcutâneo da área tratada, definindo o contorno e, ao mesmo tempo, melhorando a flacidez.“Isso é possível graças à tecnologia inovadora do Fotona, que usa a combinação do laser Neodimium YAGe o Erbium YAG”, diz o dermatologista Jardis Volpe. “O Neodimium YAG produz um processo de destruição das células gordurosas sem lesar a superfície da pele. O ErbiumYAG estimula a produção de colágeno, conferindo maior firmeza à pele”, explica o especialista. Além disso, uma ponteira computadorizada equipada com um sensor térmico promete rapidez e segurança para realizar esse procedimento. Ele é bom para tratar áreas difíceis, como flancos (sim, os pneuzinhos), costas, parte interna das coxas e dos braços. Serve também para dar firmeza a mamas e glúteos. Pode acontecer de o paciente sentir um aquecimento durante a aplicação do laser, e a área tratada pode apresentar uma leve vermelhidão.
Indicação: contra gordura e flacidez de áreas de difícil acesso, como parte interna de coxas e braços.
Número de sessões: 3 a 5
Preço estimado: a partir de R$ 2.500 a sessão

A evolução do Vanquish: ele ficou famoso nas clínicas mais hypadas por combater a gordura localizada no abdômen. Agora, a tecnologia foi adaptada para agir em áreas difíceis, como parte interna de coxas, culotes e braços. “Com uma nova ponteira, ele combate a gordura localizada sem entrar em contato com a pele, por meio de um campo eletromagnético criado por radiofrequência seletiva, que leva as células de gordura à morte natural. Não impede exposição solar e é praticamente indolor”, diz a dermatologista Mônica Aribi. O Vanquish Flex tem um formato anatômico, que permite o tratamento de até duas áreas simultaneamente. “É possível chegar a uma redução de gordura de até 40% na região tratada”, conta Mônica. A tecnologia, não invasiva, apresenta resultados mais rápidos.A aplicação é indolor, e o paciente não precisa de tempo de recuperação após o procedimento. São indicadas 4 sessões de 30 minutos cada, uma por semana, que podem ser alteradas de acordo com a indicação, para que os resultados apareçam. E eles costumam aparecer depois de um mês da última sessão.
Indicação: gordura localizada na parte interna de coxas, culotes e braços
Número de sessões: 4
Preço estimado: a partir de R$ 1.250 a sessão.

Fim de papo: o CoolMini é a nova ponteira do Coolsculpting (a criolipólise). Foi desenvolvida para atingir e tratar, de forma eficaz, pequenas zonas de gordura – incluindo o famoso “queixo duplo”. Trata-se de um novo aplicador para procedimentos de escultura corporal ou facial a frio.“O tratamento é realizado a partir do resfriamento das células de gordura e, com uma única aplicação, pode eliminar de 20% a 25% na região trabalhada”, explica a dermatologista Thais Pepe. Concebido para se adaptar a diferentes zonas do corpo, permitindo, dessa forma, tratamento personalizado, o aparelho tem ótimos efeitos na diminuição de medidas de áreas menores, como o pescoço e a gordurinha sob as axilas, por exemplo. O dispositivo não necessita de cortes, anestesias ou outras substâncias injetáveis. A técnica foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard liderados pelo professor Rox Anderson, também conhecido pela descoberta de outras tecnologias, como o laser fracionado, a terapia fotodinâmica e o laser para eliminação de pelos.
Indicação: gordura localizada em áreas menores, como papada e axilas
Número de sessões: 4
Preço estimado: R$ 2.300 a sessão

Para o rosto:
Um dos métodos mais eficazes de CO2 fracionado. Não fosse por um detalhe: por ser abrasivo, ele deixa a pele extremamente irritada, com crostas, e requer cerca de cinco dias de repouso. A novidade é o uso da ponteira Femilift, para um lifting facial intraoral com o mesmo CO2, mas sem o temível downtime: o procedimento de dentro para fora atua nas camadas mais profundas da pele e também trata os lábios, fazendo as vezes de um preenchimento. “Associo a ele o Clearlift Roller, para rejuvenescimento do rosto por inteiro. Não dói e, depois de fazê-lo, vida normal”, diz a dermatologista Carla Góes. O protocolo requer, em média, três sessões, de R$ 2.500 a R$ 3.500 cada.

Salvar

Salvar