Busca Home Bazaar Brasil

Bea Feitler: livro mostra a trajetória da designer carioca que revolucionou a Bazaar americana

by elav

À esq., Bea arruma o mural de referências no escritório da Harper's Bazaar, em Nova York (1965); à dir., ela no Central Park, em Nova York, fazendo pose de balé (1957) - Fotos: Reprodução/Harper's Bazaar

Quem busca o nome de Bea Feitler no Google tem como primeiro re­torno o link para as ima­gens. Indício feliz de um legado fundamental ao design gráfi­co e à cultura da imagem, do qual pou­ca gente no Brasil ouviu falar.

Lançado este mês pela Cosac Naify e organizado por Bruno Feitler, O Design de Bea Fei­tler promete reverter o cenário. Bea nasceu no Rio, em 1938, e mu­dou-se jovem para Nova York, onde as­sumiu a codireção de arte da Harper’s Bazaar com 25 anos. Durante os anos 60 e 70, revolucionou as capas da revista, incorporando elementos de vanguarda do design gráfico e coman­dando fotógrafos como Richard Ave­don e Annie Leibovitz.

À esq., capa do livro O Design de Bea Feitler; à dir., capa de julho de 1969 - Fotos: Reprodução/Harper's Bazaar

Entre 216 pági­nas e 480 ilustrações, o livro retoma a trajetória iniciada na experimental re­vista carioca Senhor e encerrada com o célebre redesenho da Vanity Fair, feito que Bea não chegou a ver publicado. Com um tipo raro de câncer, morreu no Brasil, aos 44 anos.

Assine a Harper’s Bazaar