Busca Home Bazaar Brasil

O Brunch do Royal Monceau

Nossa colunista, Cibele Maciet, testou e aprovou o brunch parisiense

by Guilherme Rodrigues
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Por Cibele Maciet

Muito já se falou do brunch do Royal Monceau  (aliás, muito já se falou dos brunchs parisienses) e eu, no papel de humilde servente, fui lá testá-lo para contar para vocês. E confesso que comi…muito, e que tudo é muito fresco, escolhido a dedo, delicioso, que as pâtisseries do Pierre Hermé à volonté são de comer ajoelhado rezando, que as massas são feitas na hora na sua frente com o molho de sua escolha, que os pães são divinos, que a déco de Stark continua extravagante, que o salmão defumado é maravilhoso, que os iogurtes Bordier são de quebrar o queixo, que os ovos com trufas te deixam nas nuvens, mas que o atendimento…deixa a desejar.

Coceira na garganta, sensação de queimação no estômago. Eu sei, não quero fazer o papel de advogada do diabo, mas tudo era para ser perfeito se o bufê com champanhe que voce escolheu não demorasse tanto para ser reposto na taça, se a recepção encontrasse seu nome na lista de reservas, se a sua conta não viesse contando com uma pessoa a mais na mesa, se eles tivessem proposto um passatempo a meu pequeno de três anos que se entediava na mesa… Mas vamos pensar que o resto vale a pena – já que decidi não pensar no preço altíssimo – aos domingos o preço é de 126€ por pessoa, sem bebida alcoólica.

Mas se você quiser experimentar essa orgia alimentar dos deuses, vá, vale a pena – e quem sabe terá mais sorte que eu. Um conselho: se for com crianças, opte pelos sábados, quando eles têm ateliês de cozinha dedicado aos pequenos – só me contaram depois.

Brunch Royal du dimanche
Das 12h00 às 15h30 (126€ por pessoa – sem bebidas alcoólicas e refrigerantes; brunch gratuito para crianças até 3 anos e 50% de desconto para crianças de 4 a 12 anos).