Osgemeos, dupla formada pelos gêmeos idênticos brasileiros, Gustavo e Otavio, acaba de lançar mais um gigante mural de rua, desta vez no bairro de Oberbilk, em Düsseldorf, na Alemanha. O País, que foi o primeiro em que eles produziram street art na Europa, é muito importante para os artistas, justamente por deixar essa marca de ineditismo da arte deles no continente Europeu.

JÁ CONHECE NOSSO INSTAGRAM? SIGA

Delicadeza e surrealismo marcam novo mural de Osgemeos. em Düsseldorf, Alemanha - Foto: Reprodução/Instagram
Delicadeza e surrealismo marcam novo mural de Osgemeos. em Düsseldorf, Alemanha – Foto: Reprodução/Instagram

Na nova criação, a dupla mais uma vez mostra que a arte que produzem ilumina e dá vida a desertos urbanos, com suas cores e imagens surreais e que, logo após terminadas, se espalham pelas redes sociais rapidamente – a maior prova de que o trabalho deles é uma febre entre pessoas de todas as partes.

Mural gigante em DÜsseldorf, na Alemanha, ganha a marca de Osgemeos - Foto: Reprodução Instagram
Mural gigante em DÜsseldorf, na Alemanha, ganha a marca de Osgemeos – Foto: Reprodução Instagram

E ambos veem com entusiasmo esse compartilhamento virtual do trabalho. “Você pode compartilhar com milhões de pessoas uma lata vazia, mas é melhor compartilhar latas cheias. Nós sempre pensamos que uma parede como essa [de Düsseldorf] é uma grande tela onde podemos compartilhar o que acreditamos. Uma vez que você coloca lá, informação, você compartilha com todo mundo”, disseram sobre o novo mural para a imprensa.

Detalhe do novo mural de Osgemeos. em Düsseldorf, Alemanha - Foto: Reprodução/Instagram
Detalhe do novo mural de Osgemeos. em Düsseldorf, Alemanha – Foto: Reprodução/Instagram

Para o grafite em Düsseldorf, a dupla desenvolveu mais ou menos cinco ideias antes de dar a martelada final. E a imagem de um grande personagem foi a escolha. Nós adoramos o resultado. Aliás, como sempre.

LEIA MAIS

Biblioteca Mario de Andrade recebe mostra sobre seu prédio histórico

Esquina de SP reúne história, arquitetura, gastronomia e arte