ADN Reset – Foto: Divulgação

Repensar a forma como consumimos moda é urgente e um reflexo deste pensamento contemporâneo vai além do guarda-roupa, aliando uma consciência de uso de produtos e serviços que pensam no impacto que causam no mundo. A partir deste ponto de vista foi criado o marketplace ADN RESET.

ADN Reset – Foto: Divulgação

A novidade tem como objetivo a comercialização de marcas e talentos que levantam a bandeira da economia circular e regenerativa, responsabilidade social e/ou ecológica como elemento-chave, viabilizando a mudança necessária de comportamento do consumidor. Idealizado por Jonathan Marques, brasileiro radicado entre Londres e Paris há dez anos, a plataforma conta com curadoria que busca incentivar novos designers, assim como desenvolver coleções-cápsulas entre jovens talentos e influencer, e promover economia circular e troca de produtos entre usuários.

“ADN RESET se propõe reconstruir, recriar e repensar nossas formas de consumo tão intrínsecas ao nosso DNA, tendo em mente que este será um processo longo e gradativo”, avalia o empresário que já trabalhou para Tara Jarmon, Ines de La Fressange e Hermès, além de ter um extenso currículo educacional acumulando passagens pela Esmod Paris, Universidade de Columbia, East China Normal University em Shanghai e MIT (Massachusetts Institute of Technology) com formações que incluem administração, gestão e marketing de moda e marcas de luxo.

ADN Reset – Foto: Divulgação

O nome do marketplace surge da fusão reflexiva entre o nosso código genético (ADN, no termo correto da versão portuguesa e francesa) e a cultura consumista incontroversa sobre a qual nossa sociedade foi alicerçada. Dividido entre marcas nacionais e internacionais, será possível encontrar na plataforma as criações dos brasileiros J.Boggo+, Insecta Shoes, NUZ, Olara e Cerra D´Ouro Joias, e também as labels CAIRE, Hegemony Paris e Elba Paris – ambas até então inéditas no País.

ADN Reset – Foto: Divulgação

Uma das ações de responsabilidade social do marketplace está associada à Casa do Zezinho, organização sem fins lucrativos localizada no Capão Redondo, que hoje atende 1.200 crianças e jovens. Os clientes serão convidados a arredondar o valor de suas compras e esse valor será doado integralmente à instituição. “A Casa do Zezinho está empolgada com a parceria da ADN RESET, pelo carácter inovador, socialmente responsável e que olha para o consumo consciente do planeta”, destaca Tia Dag, fundadora da Casa do Zezinho.