Cate Blanchet – Foto: Divulgação/Getty Images

Após o lançamento do segundo relatório de sustentabilidade da IWC Schaffhausen, a atriz e produtora Cate Blanchett, que tem duas estatuetas do Oscar e é embaixadora do IWC desde 2006, se encontrou virtualmente com Franziska Gsell, chefe de marketing da IWC, para discutir sustentabilidade. Compartilhando um interesse mútuo pelo assunto, elas conversaram sobre a abordagem da IWC para gerenciar ativamente o impacto social e ambiental da empresa, preocupação que conferiu à marca um papel de liderança na relojoaria de luxo sustentável.

SIGA O BAZAAR NO INSTAGRAM

“Quando Franziska e eu nos conhecemos, em 2015, descobrimos rapidamente nosso interesse mútuo no tema da sustentabilidade. Atualmente é mais importante do que nunca que marcas reavaliem suas pegadas ambientais e tomem atitudes concretas rumo à sustentabilidade. A noção de transparência é fundamental porque os clientes querem saber como um produto de luxo é fabricado”, diz Cate .

“Cate e eu frequentemente falamos sobre sustentabilidade e esse é realmente um assunto que toca o nosso coração. Foi uma grande honra me conectar com ela virtualmente e eu a agradeço por colocar sob o holofote todos os esforços que estamos fazendo em nossa jornada para nos tornarmos uma empresa de luxo totalmente sustentável”, acrescenta Franziska.

Durante a conversa, Cate e Franziska discutiram a longevidade dos relógios mecânicos da IWC, que são projetados para durar gerações. Elas também falaram sobre a importância de proteger o meio ambiente por meio da compra de energia renovável e da redução de desperdício.

Por exemplo, a nova embalagem da IWC funciona também como uma pequena bolsa de viagem que pode ser usada por anos em vez de simplesmente ser jogada fora após a compra. Outro ponto fundamental no encontro foi a aquisição responsável de matérias-primas e a certificação da IWC em relação ao Código de Práticas do RJC (Responsible Jewellery Council).

A IWC lançou a segunda edição de seu relatório de sustentabilidade pelos padrões definidos pela Global Reporting Initiative (GRI), ressaltando sua liderança no mercado da relojoaria de luxo sustentável. Em 2018, a IWC foi a primeira suíça empresa de relógios de luxo a publicar um relatório usando estes padrões globais de melhores práticas. No novo relatório, a empresa conta como foi seu desempenho em relação às metas definidas em 2018 e define ainda os novos objetivos para 2022. A publicação do relatório bienal ilustra o progresso da IWC ao colocar a sustentabilidade como um fator importante nas tomadas das decisões cotidianas e na gestão do impacto social e ambiental de forma responsável.

Assista a conversa entre as duas: