Foto: Divulgação

Por Chiara Gadaleta

Se você já se deparou com a vontade de fazer a diferença no seu ambiente pessoal ou profissional no que se refere ao futuro, do planeta e das pessoas, este passo a passo pode te ajudar a criar um plano de ação e pôr em prática algumas ideias que muitas vezes parecem não sair da utopia.

2020 foi um ano desafiador e a gente escutou, por todos os lados, que precisamos ser mais conscientes e que cada atitude conta. Mas como fazer na realidade? Afinal que atitudes são estas?

Nossa proposta aqui é começar pelo começo.

Compartilhamos com você 5 passos que podem desmistificar a sustentabilidade e fazer dela um hábito do dia a dia.

Vamos?

Passo 1: Reconhecer

Esse primeiro passo promove a reflexão. Olhar para as verdades inconvenientes dos nossos hábitos e ter a humildade de reconhecer que novas maneiras de fazer precisam chegar.

Isso significa a tomada de consciência. Nesse início começamos a perceber que nossas atividades e decisões diárias têm impacto no meio ambiente ( consumo de água, energia, destinação de resíduos) e nas pessoas (boas condições de trabalho, inclusão e equidade racial e de gênero)  e que podemos, com pequenas mudanças, fazer parte da transformação necessária para garantir o bem-estar das próximas gerações.

Passo 2: Repensar

Com o primeiro passo bem feito, já percebemos que algumas práticas do dia a dia podem ser reprogramadas. Desde o mais simples, como não desperdiçar água nas atividades domésticas, levar uma sacola reutilizável ao mercado, separar resíduos nas lixeiras do prédio, ter uma garrafa de água sempre com você para diminuir a produção de plásticos, garimpar em brechós online, reformar uma roupa antiga para não descartar de forma prematura e até alugar roupas em vez de comprar uma nova que vai ser usada uma vez só. Todas essas possibilidades são oportunidades de mudar nossa forma de adquirir e usar bens materiais e imateriais.

Cada uma destas novas práticas podem desencadear outras muitas. Este é o famoso efeito dominó. Basta começar e com o tempo esse exercício de calcular a pegada que deixamos com as nossas escolhas, se torna um hábito divertido.

Passo 3: Renovar

Depois dos dois primeiros passos, vem a pergunta comum: mas dá pra fazer isso o tempo todo? Como seguir esses passos sem escorregar na tentação de comprar por impulso, acumular “coisas” nas estantes sem necessidade, usar a água sem responsabilidade ou ficar com preguiça de pesquisar sobre as marcas que escolho para dividirem as minhas gavetas, meus armários e minha vida? Como, afinal, faço do consumo consciente, uma maneira de viver?  O importante é não desanimar e ter em mente que fazer um pouquinho, conta MUITO. Cada pequena atitude faz toda a diferença. Não existe consumidor 100% consciente ou marca 100% sustentável. O que podemos fazer é sempre criar novas metas, com passos cada vez maiores, mas sempre possíveis e, desta forma, RENOVAR nosso compromisso com as pessoas e o planeta a cada manhã.

Passo 4: Reciclar ideias

A ideia desse passo, é fazer cada vez mais, sempre com o sorriso no rosto. O que vale é a evolução, e não a perfeição. Aqui, o objetivo é olhar para trás, reciclar, reusar, reaproveitar as ideias ou as metas que não consegui realizar ontem. A criatividade está a favor da sustentabilidade, então podemos adaptar boas práticas em nosso dia a dia, em nosso ambiente, em casa ou no trabalho, de um modo inovador.

Passo 5: Revelar

Se você chegou até aqui, já deve ter insights valiosos sobre como ser cada dia mais consciente. O que funcionou para você e o que ainda está complicado. Nessa etapa, você já caminhou um pedaço da trilha e sabe que se trata de um caminho, de uma jornada, e que cada um pode fazer a sua parte. Certamente já fez coisas que podem ser compartilhadas com sua família, com seus colegas de trabalho e com seus seguidores nas redes sociais. Que tal começar a inspirar pelo exemplo?

Foto: Divulgação

Ah, e se você quiser começar o ano celebrando as datas que falam das pessoas e do planeta com o calendário da sustentabilidade Ecoera, clique aqui!

Esperamos que o calendário seja uma ferramenta de apoio para o seu planejamento em 2021.

Foto: Divulgação

E se você quer aprender sobre sustentabilidade na moda clique aqui!

Que bom encontrar você nesse caminho!

Seguimos juntes!

Bjs

Chiara e Time Ecoera