Dia Mundial do Veganismo: como o lifestyle influencia na moda
Insecta Shoes – Foto: Reprodução/Instagram/@insectashoes

veganismo vai muito além das mudanças nos hábitos alimentares e envolve todo um estilo de vida em que as pessoas deixam de consumir comidas, bebidas e qualquer outro produto de origem animal, incluindo artigos de moda.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

moda vegana abrange roupas, calçados e acessórios que não utilizam qualquer forma de exploração animal em seu processo de fabricação, o que também inclui a realização de testes em animais. Seguir este estilo de vida significa excluir peças em couro, seda, lã, cashmere, penas e peles do guarda-roupa.

Para quem adere ao veganismo, olhar atentamente a etiqueta dos produtos é essencial, tanto para ver a composição das peças quanto para procurar selos que garantam que não há uso de matérias-primas animais – como o logotipo aprovado pela PETA. Além de diminuir a exploração animal, esta prática auxilia na preservação do meio ambiente, já que caminha contra a produção em larga escala, o extrativismo e atividades extremamente poluentes, como a criação de gado e o tingimento químico.

Para celebrar o Dia Mundial do Veganismo, que acontece nesta segunda-feira (01.11), a Bazaar selecionou algumas marcas veganas brasileiras que precisam entrar no seu radar.

Insecta Shoes

Dia Mundial do Veganismo: como o lifestyle influencia na moda
Foto: Reprodução/Instagram/@insectashoes

Criada em 2014, a Insecta Shoes foi criada para produzir sapatos com peças de roupas usadas, tecidos de reuso e resíduos de produção. Com o passar dos anos e seu sucesso, a marca ampliou seu portfólio para roupas e acessórios, além de adotar novas práticas que permitem a transformação de garrafas plásticas em tecidos e borracha reciclada em solado.

Sem utilizar nenhuma matéria-prima animal, a Insecta Shoes reúne alguns certificados que deixam sua compra ainda mais responsável, incluindo o selo PETA Approved Vegan e o Empresa B, que certifica altos níveis de transparência dentro da empresa.

King55

Dia Mundial do Veganismo: como o lifestyle influencia na moda
Foto: Reprodução/Instagram/@king55lifestyle

Sem abrir mão de uma estética marcante, a King55 cria roupas, calçados e acessórios veganos, sustentáveis e que prezam por um comércio justo e o desenvolvimento da mão de obra local. Com um intenso programa de logística reversa, a marca tem uma linha criada a partir de jeans reutilizado e seu nome marcante conquistou fãs fora do Brasil, impulsionando a King55 para o comércio internacional.

Ahimsa

Dia Mundial do Veganismo: como o lifestyle influencia na moda
Foto: Reprodução/Instagram/@useahimsa

Seis meses após sua criação, os fundadores da Ahimsa perceberam que não fazia sentido que seus produtos fossem fabricados de forma terceirizada, por empresas que também produziam peças com couro animal para outras empresas. Foi então que decidiram abrir sua fábrica própria que, até hoje, é a única 100% vegana no mundo todo.  Com o objetivo de questionar hábitos e gerar mudanças, a Ahimsa acredita que uma de suas missões é transmitir a mensagem do veganismo através de seus produtos.

Conceito Ada

Dia Mundial do Veganismo: como o lifestyle influencia na moda
Foto: Reprodução/Instagram/@conceitoada

A marca é construída com base em três grandes pilares: slow fashion, feminismo e veganismo. Com uma produção manual e que empodera mulheres, a Conceito Ada trabalha com uma extensa grade de silhuetas, com uma variedade de sete tamanhos diferentes ofertados em quatro comprimentos, o que possibilita uma combinação de 28 tamanhos. Vale conhecer a moda minimalista da label.