O Projeto CineLivro, uma ação social do Instituto Estação das Letras, realizado pela prefeitura do Rio de Janeiro e sua secretaria de cultura, quer que o texto chegue ainda mais vivo ao leitor, unificando literatura e cinema, e com a exibição das histórias em telão. Com início no próximo dia 12 de maio, será realizado até julho, sempre às quintas-feiras, na  Biblioteca Popular João do Rio, em Irajá. Serão oito livros lidos e o mesmo número de autores apresentados.

A programação conta com os escritores Anna Cláudia Ramos, Otávio Junior, Marcia Cristina Silva, Elê Nogueira, Ninfa Parreiras, César Cardoso, Marina Colasanti e Stella Maris Rezende. Ao todo, o CineLivro vai beneficiar 1.600 crianças, entre 5 e 9 anos, da rede pública municipal de ensino, com as leituras/exibições de Em algum lugar do mundo; Da minha Janela; O colecionador de segredosO Velho Tênis Novo; Donana e TitonhoO que é que não éUma ideia toda azul; e Alegria Pura.

Entre os objetivos do projeto estão o desenvolvimento sociocultural das crianças, transformando realidades e contribuindo para um país mais leitor numa realidade que conta com 44% da população não leitora, segundo pesquisa divulgada, em 2018, pelo Instituto Pró-Livro, além da valorização de obras infantis de escritores brasileiros vivos. O CineLivro quer ainda aproximar leitores e obras/autores. A democratização faz-se presente também com os tradutores de libras e a inclusão de portadores de deficiência auditiva.

Enquanto atividade artística e cultural, o projeto CineLivro impacta, no rastro dos dois anos de pandemia pelo Coronavírus, o bem-estar social, a partir da mobilização, colaboração e inovação, com realização do Instituto Estação das Letras, há 27 anos fomentando a literatura nacional e reunindo comunidade criativa acerca do livro, da leitura, da escrita e da literatura, e a curadoria de Suzana Vargas, que deu início às Rodas de Leitura ainda no CCBB. “Neste momento em que crianças de situação social mais vulnerável estão voltando aos espaços públicos, acreditamos que o CineLivro  será capaz de contribuir com a recuperação do setor da cultura e da literatura, ao mesmo tempo em que reforça a importância de um país mais leitor”, conta Suzana Vargas, professora, escritora, poeta e fundadora do IEL.

 

Biblioteca Popular João do Rio (Av. Monsenhor Félix, 512 – Irajá)

Período: 12/05 a 07/07, das 14h30m às 16h

Autores e obras a serem trabalhados

 

Maio

12/05

Autor: Otávio Júnior

Livro: Da minha Janela (2ª e 3ª séries)

 

19/05

Autor: Márcia Cristina Silva

Livro: O colecionador de segredos (3ª e 4ª séries)

 

26/05

Autor: Elê Nogueira

Livro: O Velho Tênis Novo (1ª e2a séries)

 

Junho

02/06

Autor: Ninfa Parreiras

Livro: Donana e Titonho (3ª e 4ª séries)

 

09/06

Autor: César Cardoso

Livro: O que é que não é (1ª e 2ª séries)

 

23/06

Autor: Marina Colasanti

Livro: Uma ideia toda azul (3ª e 4ª séries)

 

30/06

Autor: Anna Cláudia Ramos

Livro: Em algum lugar do mundo ( 2ª e 3ª séries)

 

Julho

07/07

Autor: Stella Maris Rezende

Livro: Alegria Pura (5ª e 6ª séries)