Com a proximidade das férias escolares, brincadeiras estimulantes e divertidas em casa são uma forma de entreter as crianças fora das telas, naqueles dias em que não é possível fazer um passeio ou viagem. Pensando nisso, pedimos à neuropsicóloga Bárbara Calmeto, diretora do Autonomia Instituto (RJ), que sugerisse ideias (analógicas) para estimular os pequenos. “Não há necessidade de muitos brinquedos e jogos mirabolantes. As crianças precisam aprender a controlar os impulsos, fazer planos, manter o foco, trabalhar com distrações e com múltiplas demandas – e tudo isso é possível por meio da brincadeira”, diz.

Segundo ela, investir em atividades cognitivas ajuda a melhorar o raciocínio, a memória e a capacidade de resolver problemas. “Importante apostar em brincadeiras envolvendo jogos de adivinhação, silêncio e imobilidade, coletividade, ar livre, água, jogos de tabuleiro e melodias cantadas”, complementa.

Massa de modelar caseira: Toda criança ama massinha de modelar e fazer o processo em casa para depois brincar é uma atividade superlegal. Deixe que os pequenos coloquem as mãozinhas na massa. Depois da massinha pronta, brinque à vontade! Faça bichinhos, modele, corte com tesoura sem ponta e use a criatividade.

Numa tigela, misture bem todos os ingredientes (4 xícaras de farinha de trigo, 1 xícara de sal, 1 ¹/² xícara de água, 1 colher de chá de óleo), separe em porções e coloque algumas gotas de corante para fazer cores diferentes. Lembre-se de guardar em saco plástico para não endurecer.

Tinta caseira: Outra atividade caseira que as crianças amam é pintura. E dia para fazer a própria tinta! É diversão garantida e com estimulação sensorial.

Misture 1 xícara de farinha de trigo, 1 xícara de sal, 1 xícara de água. Coloque tudo em copos ou potes separados e pingue gostas de corante. Mexa bem e use a criatividade para pintar o sete!

Quebra-cabeça: Buscar atividades que desenvolvam o aprendizado, a coordenação e a percepção visual são sempre ótimas dicas. Use imagens conhecidas por ele, como formas geométricas, letras, números, animais, frutas dentre outros.

 

Circuito de obstáculos: Que tal um desafio psicomotor dentro de casa? Pegue almofadas, bambolês, cadeiras, pufes e outros objetos que você possam servir como obstáculos. Pense que a criança precisará pisar nas almofadas com os dois pés juntos, passar por cima do pufe, por baixo da cadeira, pular dentro dos bambolês e pisar com um pé só na reta de chegada. Use a criatividade e você terá muitos momentos de diversão. Essa atividade desenvolve a coordenação motora ampla, o reconhecimento do corpo, o controle do esquema corporal e a lateralidade.

Labirinto no corredor: Pegue uma fita grossa e cole de uma ponta a outra na parede formando uma espécie de labirinto no corredor. Depois, é só a criança atravessar o labirinto sem encostar na fita. Já percebeu que será uma ótima, né?

Acampamento: Qual criança não se amarra em brincar de acampamento? Pegue um lençol, pendure em um canto da sala ou do quarto e faça uma cabana. Aproveite para acender a lanterna, ler livros, fazer atividades lúdicas e até comer o lanche no mood camping.

Blocos de montar: Esses são perfeitos para todas as crianças. Basta a família direcionar para o interesse e o nível de atenção da criança para startar a atividade Vocês podem montar torres, castelos, carrinhos, pessoas e até aproveitar para fazer treino de imitação

 

Atividades sensoriais: Faça caixas sensoriais com bolinhas de gel, sagu ou arroz colorido, feijão, areia lunar, dentre outros materiais, e coloque objetos que seu filho gosta. Peça para a criança encontrar os objetos usando as mãos ou uma pinça. Outras opções de atividades sensoriais são slime, espuma de barbear, macarrão cozido colorido e bolha de sabão.

Cozinha divertida: Cozinhar é sempre uma alegria e incluir as crianças nessa brincadeira é garantia de sucesso. Faça biscoitinhos, bolos, sanduíches, brigadeiro, pão de queijo, dentre muitas outras receitas fáceis que usam apenas o micro-ondas. Escreva a receita e vá fazendo o passo a passo com o seu filho. Depois, monte uma mesa bonita, chame a família e compartilhe o resultado do esforço com todos.

 

Brincadeiras manuais: Pode fazer recorte e colagem com encartes de mercado ou de farmácia, pintura com hastes flexíveis e tinta, colagem de bolinhas de papel crepom, brinquedos com material reciclável, dobraduras e mosaico com EVA. As atividades artísticas ajudam a estimular a coordenação motora e a criatividade.