Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Como parte da iniciativa do governo britânico que visa reduzir discriminação e promover a igualdade, algumas escolas britânicas irão adotar uniformes genderless – que podem ser usados por crianças de todos os gêneros.

A iniciativa chamada Educar & Celebrar, promovida pelo Departamento da Educação, adiciona temáticas LGBT ao currículo básico e providencia verba para proteger e melhorar a vida dos estudantes.

Uma das escolas beneficiárias do projeto, a Allens Croft School, em Birmingham, recebeu £ 200.000 ( R$ 700.000) e introduziu a politica da livre-escolha, que permite que os alunos possam optar por qualquer peça do vestuário que os represente para frequentar a instituição. “Nós queremos garantir a expressão de gênero e personalidade de cada criança, da maneira que elas acharem adequado”, afirma representante do local. “Não exigimos que nossos estudantes usem peças de roupas específicas”, complementa.

A escola é uma das 80 que aderiram a essa política, seja removendo os termos relacionados à especificação de gênero ou reescrevendo as regras de vestimenta por completo.

Leia mais: #OscarSoWhite: a polêmica em torno das nomeações do Oscar 2016