Foto: Divulgação

Por Dani Matarazzo

Quem disse que precisa ser adulto para criar um projeto que pode mudar o mundo? Mikaila Ulmer tinha apenas quatro anos quando foi picada por uma abelha – evento que se repetiu menos de uma semana depois.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O que poderia ter virado um trauma de infância acabou fazendo com que ela se interessasse pelo fabuloso universo do inseto. E lá foi ela atrás de informações. “Fiquei encantada e aprendi muito sobre o nosso ecossistema”, diz.

Nessa época, Mikaila foi incentivada pela família a idealizar um produto para participar de eventos infantis, a exemplo do Acton Children’s Business Fair e do Austin Lemonade Day. “Resolvi aceitar o desafio e enquanto pensava sobre o que fazer, a minha bisavó Helen, que morava em Cameron, Carolina do Sul, me mandou um livro de receitas dos anos 1940, que incluía a sua especial limonada de linhaça. Foi aí que tive o insight: ‘por que não elaborar algo para ajudar as abelhas?’ E decidi adaptar os ingredientes, trocando o açúcar pelo mel”, explica a garota.

E com esse gesto simples nasceu a Bee Sweet Lemonade, empresa que foi rebatizada para Me & The Bees Lemonade, e que hoje completa dez anos de atividades, com uma CEO de 15 anos na linha de frente e milhares de dólares destinados à preservação das abelhas, que são insetos polinizadores do açaizeiro e contribuem para o desenvolvimento sustentável e para a produção de alimentos.

Foto: Divulgação

O que começou como uma brincadeira de criança – e limonadas servidas em estandes caseiros na cidade de Austin, Texas (EUA) -, ganhou contornos de brand ecorresponsável e perfeitamente conectada ao futuro, com slogan que se mantém inalterado: “Compre uma garrafa… Salve uma abelha”.

Por sinal, parte da renda conseguida com a venda dos produtos é destinada à Healthy Hive Foundation, que foca os seus esforços em salvar as colmeias da extinção.

Mikaila aproveitou a experiência de sucesso – com crescimento de 500% na última década – para escrever o livro “Bee Fearless – Dream Like a Kid” (editora Penguin Random House) e ensinar a outras crianças sobre empreendedorismo. A label conta atualmente com cinco sabores distribuídos em locais como Whole Foods Market, The Fresh Market, World Market e nas lojas H-E-B, além de restaurantes e food trucks bacanudos.

A todo vapor, Mikaila divide o tempo entre a escola e os workshops feitos para gente grande ouvir (e aprender que uma ideia descomplicada pode, sim, conquistar o mundo). Uma lição de amor e de respeito à humanidade.