Por Priscila Correia

Petrópolis, na Serra Fluminense, é um oásis para quem deseja entretenimento com pitadas de história. Afinal, é lá que estão localizados o Museu Imperial, a casa de Santos Dumont, o Palácio de Cristal e tantos outros lugares emblemáticos. Mas o destino tem um roteiro que vai além desses pontos mais procurados. E para famílias, especialmente as com crianças, que buscam programações diferentes na cidade do imperador, há uma infinidade de atrações que prometem tornar a experiência ainda mais especial.

A seguir, listamos algumas dicas de endereços para visitar, que podem estar em um passeio de fim de semana, férias ou para quem quer subir a serra apenas para curtir um dia diferente.

Pousada da Alcobaça
Para quem quiser dormir na cidade, esta é uma excelente opção. Além das acomodações, na hora das refeições (destaque para o couscous e o queijo derretido tradicional da casa) épossível pedir um room service no quarto, com tudo que tem direito no salão tradicional de refeições. No ChaléMoinho, o único no meio da floresta e fora do casarão principal, podemos estender a toalha e fazer um piquenique ao lado de fora. As crianças e adultos também poderão, ainda, curtir o local para observar insetos e pássaros, a horta e até as estrelas, já que o céu, visto longe das luzes da cidade, é ainda mais lindo. @pousadadaalcobaca
Pousada da Alcobaça
Vale do Amor
O santuário ao ar livre é um convite à paz interior. Com natureza abundante e localizado nas montanhas de Petrópolis, o local é perfeito para quem busca boas energias. E um detalhe importante: apesardas esculturas do Buda e do Ganesha, é aberto para todas as religiões, inclusive com alguns espaços dedicados a várias delas. Crianças são bem-vindas. O projeto foi idealizado por Sérgio Fecher, coordenador da Fraternidade Cósmica Universal. @santuariovaledoamor
Vale do Amor

Circuito das Bromélias
Localizado no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Circuito das Bromélias é uma trilha leve, com aproximadamente um quilômetro, onde são encontradas cachoeiras, poços e vegetação exuberante. O trajeto leva mais ou menos uma hora e é cheio de encantos. Mas atenção: embora seja um convite às crianças para curtirem o entorno e o local seja bem sinalizado, é preciso ficar atento aos pequenos e de mãos dados com os mais novinhos. Afinal, estamos falando de um parque com mais de 20 mil hectares!
Caminhos do Brejal
A turma que adora ecoturismo e contato com a natureza, vai arrasar no circuito eco rural Caminhos do Brejal. Por ali, os visitantes podem experimentar ervas e verduras orgânicas fresquinhas, recém-colhidas, além de se encantar com as plantações de flores. @caminhosdobrejal
Chácara Aracê
Para levar as crianças para a natureza e se isolar do conturbado dia a dia da cidade grande, a Chácara Aracê é uma das melhores opções da região. São apenas duas suítes e dois chalés, e tem café da manhã que pode ser servido no quarto. Dependendo do chalé escolhido, há um jardim privativo para curtir os pés na grama com total liberdade. O local funciona com autonomia de Airbnb, com todos os utensílios disponíveis, e ainda conta com serviço de hotelaria (toalhas, lençóis, sabonetes). A cafeteria tem cardápio amplo e variado de congelados as massas são deliciosas e com excelentes preços. Ah, e se quiser fazer algum tipo de comemoração pequena por ali, é possível reservar as quatro acomodações. Tem pomar de laranjas e tangerinas para as crianças apreciarem, além de piscina e de muito espaço para caminhar. Ainda para os pequenos, tem livros, jogos e binóculos para observar pássaros. @chacaraarace
Chácara Aracê
Parque Crémerie
Com pedalinhos, pontes e casebres amarelos, o parque é superbucólico e ideal para os dias de verão. Localizado em uma área de preservação ambiental, conta com área verde, quadras de esportes, playground e piscina. Porém, devido a pandemia, nem todas as atrações estão liberadas. Mas, ainda assim, é um excelente espaço para fazer um piquenique em família.
Orquidário Binot
Um dos espaços mais bacanas da cidade é o Orquidário Binot, que pertenceu a Jean Baptiste Binot, que fez projetos como o do jardim do Museu Imperial. Por lá, são encontradas diferentes espécies de orquídeas e outras plantas. Uma dica para entreter as crianças é mostrar e conversar sobre as cores, formatos e aromas das plantas. @orquidariobinot