O casamento do século, do duque ec da duquesa de Cambridge - Foto: Getty Images
O casamento do século, do duque ec da duquesa de Cambridge – Foto: Getty Images

Os costumes de casamentos, que hoje chamamos de tradições, são relativamente recentes. Para a maioria dos convidados dos casamentos modernos, um casamento “tradicional” seria totalmente irreconhecível. A seguir, veja quatro tradições que mudaram ao longo dos anos.

1. Casamentos tradicionais aconteciam nos dias da semana
Há mais de um século havia uma rima que ajudava as noivas a escolher o dia da semana que seria seu casamento. “Mondays were for wealth and Tuesdays for health. Wednesday the best day of all, Thursdays for crosses, Fridays for losses, and Saturdays for no luck at all”, dizia o ditado. Traduzido para o português, seria: “segundas-feiras eram para a riqueza e terças-feiras para a saúde. Quarta-feira o melhor dia de todos, quintas para cruzes, sexta-feira para perdas e sábado para nenhuma sorte”. Em 1903, uma edição do famoso guia White House Etiquette lembrou as jovens e mulheres da sociedade da rima e também observou que além de trazer má sorte, casar aos sábados estava completamente fora de moda.

2. Os casamentos eram mais cedo
Segundo o mesmo guia de etiqueta, meio-dia era o momento mais elegante para se casar.

O casamento de Elvis e Priscilla Presley - Foto: divulgação
O casamento de Elvis e Priscilla Presley – Foto: divulgação

3. Festas eram opcionais
Os poucos casais que optavam por fazer uma recepção após a cerimônia serviam apenas bolo e poncho. Não havia aperitivos circulando pelo salão ou opções diversas de sobremesa.

4. Do it yourself era levado a sério 
Era comum que membros da família ajudassem a servir os convidados. Esta prática era tão normal que anúncios de casamento em jornais listavam os parentes que estariam fazendo as vezes de staff.

Foto: divulgação
Foto: divulgação