Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti
Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti

Planejar um casamento é como tornar um sonho em realidade. E o vestido de noiva é o protagonista desse desejo. A noiva pode comprar o modelo pronto, ou mandar fazer um sob medida. E é aí que a mágica acontece: transformar o tão idealizado vestido em uma roupa para subir ao altar possível – e isso requer conversa e sintonia entre noiva e estilista. E Patricia Bonaldi sabe fazer acontecer. A Bazaar entrevistou a estilista mineira sobre seu processo de construção do vestido sobre medida. Veja a seguir:

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM 

Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti
Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti

Sobre a conversa inicial com a cliente, Patricia Bonaldi fala sobre a necessidade de traduzir a pessoa em roupa: “Eu tento interpretar a pessoa. Óbvio que consigo adicionar minha assinatura no vestido, mas é preciso entender o que a noiva quer.” Segundo a estilista, é importante respeitar a vontade e o sonho da pessoa.

“Se a noiva é, por exemplo, mais moderninha, eu penso ‘o que eu posso fazer, dentro deste estilo, com o meu desenho?’, e assim começa o meu trabalho.” Patricia acredita que não é necessário impor à noiva tendências do momento ou detalhes que normalmente são usados no vestido. “Quando ela diz gostar de algo, é preciso transformar isso da melhor forma. E é aí que entra a sua expertise. Como construir o melhor tomara que caia, ou desenvolver o melhor bordado.”

Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti
Foto: Arthur Vahia e Waldemir Filetti

“O que importa é a noiva se sentir realizada e feliz.” A mineira é categórica: um profissional precisa “cair no sonho junto com a pessoa” para acertar no look.

Leia mais:
Noivas livres e naturalistas: nove modelos para se inspirar
Gola tipo tartaruga é a trend da vez para noivas
Volumetria: noiva com camadas sobrepostas estão em alta
Casamento na cidade pede noivos com personalidade e atitude
Floral 3-D é tendência para as noivas românticas