Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Anna Del Mar

De coloração avermelhada, a goji berry é uma fruta conhecida milenarmente pela medicina tradicional chinesa, entretanto vem ganhando grande reconhecimento na medicina ocidental tradicional, sendo destacado seu poder energético, rejuvenescedor e colaborador do processo de emagrecimento. No Brasil, a goji berry só é encontrada desidratada, vendida em lojas de produtos naturais.

“Recomenda-se duas colheres de sopa ao dia ou 150 ml de seu suco. Ela pode ser incluída no lugar de outra fruta, preferencialmente pela manhã. Podemos misturá-la a outras frutas, assim como a iogurtes, cereais, saladas ou batidas e sucos” ensina a nutricionista Dra Vanessa Pimentel. “É contraindicada para quem toma remédio contra trombose, controle de pressão e glicemia, pois pode inibir a ação desses medicamentos” completa.

Rica em variedade de aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos insaturados, antioxidantes e polissacarídeos, o goji berry agrada à primeira vista por ser pouco calórica – uma colher de sopa da fruta possui cerca de 50 calorias. A lista de benefícios é extensa e inclui:

– ação antioxidante: graças a grande quantidade de plofenois, como antociacina e revesratrol, protege o corpo do envelhecimento precoce;

– ação vascular: o alto teor de aminoácidos reforça e mantém os vasos sanguíneos elásticos;

– ação energética: rico em vitamina c melhora a energia e o bem estar geral;

– ação fotoprotetora: tem betacaroteno, que protege pele dos danos causados pelo sol;

– ação imunoestimulante vitaminas do complexo B existentes na fruta mantém o sistema imunológico saudável e competente;

– ação anticancerígena: o poder antioxidante dos polifenois contribui para prevenção do câncer;

– ação oftalmológica: protege os olhos pois contem luteína e zeaxantina, 2 carotenoides que previnem a degeneração muscular senil, causa de cegueira nos idosos;

– ação antiinflamatória: antibacteriana e antifúngica devido a presença de polifenois, vit vcompexo B e vitamina C;

–  ação antilipemica: auxilia na redução do colateral.