Saiba quais os alimentos certos para
Saiba quais os alimentos certos para

 

1. Sementes de cânhamo: “as sementes de cânhamo contêm ácidos alfa-linolênico, um tipo de ômega-3 que acelera o metabolismo”, diz a nutricionista Frances Largeman-Roth. E mais, uma pesquisa realizada no início deste ano descobriu que o ômega-3 pode ajudar a reduzir o risco de diabetes tipo 2, uma doença ligada à obesidade. Na hora de usar, polvilhe as sementes de cânhamo em cereais, iogurte e saladas.

2. Chá verde: rico em antioxidantes, o chá verde acelera o metabolismo, “ele contém compostos à base de plantas chamadas catequinas”, explica Jackie Newgent lembrando ainda o efeito estimulante da cafeína e os benefícios da ingestão de água. “Beber água pode promover a termogênese – a produção de calor causada pela metabolização de alimentos – reduzindo a ingestão de calorias”, acrescenta o nutricionista.

3. Aveia: além de melhorar os níveis de colesterol e a saúde cardiovascular, o tipo de carboidrato presente na aveia também é responsável por acelerar o metabolismo. “Resistente, o amido presente na aveia não é facilmente ‘quebrado’ o que prolonga a sensação de saciedade”, diz Largeman-Roth.

4. Ovos: “tomar um café da manhã rico em proteínas é útil para melhorar a saciedade e acelerar significamente o seu metabolismo de repouso”, explica Newgent, lembrando que ovos são uma rica fonte de proteína.

5. Salsa picante: o calor da pimenta acelera o metabolismo. “Pesquisas sugerem que a capsaicina, composto naturalmente encontrado em pimentas, pode ser útil para perda de peso devido à capacidade de gerar calor, queimar calorias, e quebrar a gordura”, diz Newgent. “Pimentas também podem aumentar a sua taxa metabólica após uma refeição favorecendo a saciedade e, consequentemente, fazendo com que você coma menos depois”, completa Largeman-Roth.

6. Barras de proteína: não é nenhum segredo que a proteína pode amplificar a sua taxa metabólica, e um estudo recente mostra que comer um monte de que pode ser mais útil do que a contagem de calorias. “A proteína parece aumentar a saciedade, queimar calorias e colaborar com o armazenamento de massa magra do corpo, o que é útil para o controle de peso”, diz Newgent.

7. Óleo de coco e dendê: “consumir óleo de coco e de dendê misturados aumenta o gasto de energia e metabolismo da gordura”, diz a nutricionista Laura Lagano lembrando que o consumo dos dois alimentos ajuda a elevar os níveis de HDL, conhecido como o ‘bom colesterol’. A chave é limitar porções, uma vez que ambos os óleos são altamente calóricos.

8. Laticínios de baixo teor de gordura: pesquisas mostram que uma dieta rica em cálcio do leite promove a perda de peso em diabéticos tipo 2. Por quê? A falta de cálcio pode desencadear a liberação de calcitriol, um hormônio que faz o corpo armazenar gordura extra.

9. Quinoa: para queimar gordura, concentre-se em alimentos ricos em fibras, que levam mais tempo para serem digeridos e, consequentemente, aceleram o metabolismo. A quinoa fornece quase o dobro de fibras do que outros grãos, além de ter alto valor nutritivo.

10. Bananas: uma banana grande fornece cerca de 500 mg de potássio. “O potássio ajuda seu corpo a regular os minerais e fluidos dentro e fora de suas células e pode, potencialmente, aumentar o metabolismo basal”, diz Newgent. “Bananas também contêm amido resistente, que funciona como fibra e tem benefícios metabólicos, incluindo a redução dos níveis de açúcar no sangue após as refeições.”