Rosie Huntington-Whiteley - Foto: Tom Munro para Harper's Bazaar
Rosie Huntington-Whiteley – Foto: Tom Munro para Harper’s Bazaar

1. Tente Tequila
“Ela tende a ser uma boa opção de bebida, pois quando consumida em quantidade moderada, pode produzir “menos” ressaca e tem uma quantidade menor de açúcar e carboidrato”, diz Marissa Lippert, nutricionista e fundadora do Nourish Kitchen + Table, restaurante em Nova York. Mas isso só se aplica quando a tequila é de excelente qualidade, então procure por aquelas fabricadas 100% com agave azul, que impacta os níveis de açúcar no sague em um ritmo mais lento do que os outros tornando-se uma boa opção para pessoas com diabetes. Para uma margarita mais saudável, Matt Levine, dono do Chalk Point Kitchen e do The Handy Liquor Bar, ambos bar e restaurante em Nova York, recomenda a mistura de tequila cointreau, limão siciliano prensado fresco, suco de limão e laranja com raiz-forte um xarope simples e uma pitada de wasabi fresco.

2. Pule as bebidas escuras
Sendo uma regra geral, as bebidas mais claras tem um teor baixo de açúcar e carboidratos, e “as escuras como uísque e conhaque apresentam maior concentração de congêneres, compostos tóxicos que pioram a ressaca e se formam quando o álcool é fermentado, diz Levine, que acrescenta “bebidas mais escuras, na verdade, são claras no inicio, mas o envelhecimento em barris e a adição de corantes, como o caramelo, para manter a cor acaba os deixando mais escuros.”

3. Opte por espumantes
Aqui vão duas boas razões para escolher tomar os espumantes: ele tem menos calorias que o vinho branco ou o tinto – cerca de 85 calorias em comparação com as 130 do vinho – e porque muitas vezes é feito a partir de ambas as uvas, verde e tinta, tem os mesmos benefícios antioxidantes que você obtém através do chocolate amargo ou de uma taça de Malbec.

4. Adicione superalimentos
“Adicionar um componente saudável como couve, beterraba, pepino ou melancia pode providenciar um pouco de hidratação extra junto com vitaminas, minerais e antioxidantes para ajudar a combater o impacto de uma ressaca e os capsaicinas (componente ativo das pimentas) no pimentão e em pimentas pode adicionar um pequeno aceleramento no seu metabolismo enquanto você bebe”, diz Lippert. No Chalk Point Kitchen, restaurante e bar de Matt Levine, o Kale Martini – com vodka de maça, couve fresca prensada, pepino, aipo, suco de limão e limão siciliano, um pouco de cerveja de gengibre e uma couve flor de enfeite – é um best-seller!