Naomi Campbell – Foto: Getty Images

O que já vinha sendo apontado como forte tendência, se consolida ainda mais diante desse cenário de pandemia. “No salão, observamos que as clientes estão cada vez mais buscando resultados com muita naturalidade, que exigem menos manutenção”, afirma Ricardo Rodrigues, do RIRO Salon.

Segundo o hairstylist, a aposta para essa temporada de inverno vai de encontro ao conceito monocromático, com cores mais sólidas, porém, com muito brilho e luz. “Poucas mechas ao longo do comprimento e pontas funcionam bastante para iluminar e destacar sem perder o resultado natural. Se a cliente já possuía mechas de processos anteriores, talvez seja válido aproveitar o efeito, tonalizando para revitalizar a cor”.

Foto: Reprodução/Instagram/@rirosalon

Sobre o corte, depois de uma temporada de cabelos mais retos, o momento agora é das franjas, tanto as mais longas, quanto as mais curtas. “As mais longas ficam na altura da bochecha, com a parte central mais curta, próxima à sobrancelha, e laterais mais alongadas acompanhando a altura das maçãs do rosto”, diz Ricardo. Pode ser conectado ou não com o restante do corte.

Foto: Reprodução/Instagram/@rirosalon

“Esse visual favorece um styling prático, especialmente indicado para esse momento em que as pessoas estão mais em casa e sentem a necessidade de se arrumarem mais para isso, seja por conta das reuniões on-line, ou somente pela busca do bem estar mesmo. Basta fazer um rabo de cabelo e deixar a parte da franja solta que já renova bastante o visual”, pondera.

Foto: Reprodução/Instagram/@rirosalon

O famoso shaggy hair, sucesso nos anos 70, também volta com força, evidenciando as camadas, que podem ser feitas tanto nos cabelos longos, quanto nos mais curtos, com franjas das mais alongadas às mais curtas também.