Foto: Harper's Bazaar
Foto: Harper’s Bazaar

Quem está sempre lutando contra a balança, sabe: chega dezembro e com ele aquela lista de confraternizações de fim de ano. De acordo com a nutricionista Clara Rodrigues, da PronoKal Brasil, nesta época, um fator já favorece o ganho de peso: o fato do período ser também o de férias, quando muitas pessoas passam mais tempo em casa, comem mais e diminuem a frequência dos exercícios físicos, aumentando a ingestão calórica e diminuindo o gasto energético diário. Mas, segundo a especialista, é possível se manter na dieta e no peso adequado durante a temporada de eventos. Basta que alguns cuidados sejam tomados. “A ideia não é sugerir que a pessoa passe as festas comendo só salada, mas que ela faça opções inteligentes na hora de comer a salada e outros pratos, para que não haja alto consumo calórico e, ao mesmo tempo, se sinta saciada”, afirma.

De acordo com Clara, um dos maiores erros cometidos nas festas de fim de ano é fazer um prato grande de salada e abusar nos molhos industrializados. “Esses molhos são ricos em aditivos, açúcar, gordura e sódio. De um modo geral, devem ser evitados aqueles que levam creme de leite e queijos, mesmo os preparados em casa. É possível, por exemplo, fazer um molho à base de vinagre de vinho tinto, azeite de oliva extravirgem, suco de limão e mostarda Dijon, que ficará bem leve, além de melhorar a palatabilidade dos alimentos”, ensina.

Para os dias de festa, ela recomenda começar o dia com um café da manhã nutritivo, com iogurte desnatado, pão integral, queijo cottage light e uma porção pequena de fruta, pois isto diminuirá o risco de fome excessiva ao longo do dia, fazendo com que a chance de “cair em tentação” seja menor. “Comer de três em três horas e fazer refeições leves também é fundamental. Nos pratos principais, opte por carnes magras, como peito de peru e chester, que são menos calóricas. Outra dica importante é beber no mínimo 2 litros de água por dia, para manter o corpo bem hidratado e evitar confundir a sensação de sede com fome”, diz.

Foto: Harper's Bazaar
Foto: Harper’s Bazaar

Clara chama a atenção para a ingestão de bebidas alcoólicas. Segundo ela, o ideal é não consumi-las, mas se o brinde for indispensável, o vinho pode ser mais interessante que a cerveja. “Embora o vinho seja um pouco mais calórico, geralmente bebe-se vinho em menor quantidade. Se optar por ele ou espumantes, escolha a versão seca, pois a suave é acrescida de açúcar”, ensina.

Para matar a sede, a nutricionista sugere as águas aromatizadas. “Prepare 1 litro de água com 3 rodelas de limão, 2 morangos picados e 2 folhas de hortelã, o que tornará a água saborosa. É possível usar água com gás para mimetizar um “refrigerante” de forma saudável, mas, neste caso, recomenda-se não ingerir mais do que 300 ml para não causar sensação de estufamento”, diz.

Na hora da sobremesa, a recomendação é aplacar a ânsia por doces com uma salada de frutas diversificada. “Uma porção de 150g é o suficiente, pois as frutas contêm carboidrato, que em excesso pode levar ao ganho de peso”, alerta.