Katie Holmes, no MET Gala 2016 - Foto: Getty Images
Katie Holmes, no MET Gala 2016 – Foto: Getty Images

Por Camila Bello

Alisar os cabelos é quase sempre um drama, e os motivos são os mais diversos: ter feito uma outra química recentemente ou ter reação ao formol, principalmente em quem já tem os fios descoloridos, estão entre os principais deles. Mas a chegada de um novo item ao mercado de beleza pode acabar com o dilema. A marca nacional de cosméticos, Sweet Hair, lança mundialmente o The First, o primeiro shampoo alisante do mundo.

Leia mais: Marcos Proença elege os cinco melhores cortes e coloração de cabelo para você copiar já!

O produto, pensado e criado para revolucionar o mercado, tem zero formol, é composto por um blend de cinco ácidos orgânicos (acetil salicílico, alfa lipóico, glicólico, lático e hialurônico), o que o torna compatível com todos os tipos de químicas. Ele é livre de parabenos e, de quebra, ainda deixa os fios mais saudáveis. Parece bom, não é? E é!

O procedimento é simples – nada de passar um dia inteiro no salão! O profissional lava os seus fios com um produto antiresíduos, em seguida, aplica o shampoo alisante e deixa agir por 20 minutos. Feito isso, basta secar, passar chapinha por toda a sua extensão, e, voilà, você terá cabelos lisos e sem frizz!

Leia mais: #beautybazaar: sobrancelhas grossas e naturais estão em alta

O The First - Foto: divulgação
O The First – Foto: divulgação

O efeito dura certa de três meses, e, assim como na progressiva, é possível combinar com antecedência com o expert qual a escala de alisamento que mais te agrada – quanto mais chapado, mais liso ele ficará!

O tratamento custa a partir de R$ 400, mas a boa notícia é que ele faz parte da Semana Bazaar de Beleza – evento que reúne, até o dia 21 deste mês, 11 dos melhores salões de São Paulo para oferecer um combo de procedimentos por um valor fixo, R$300. O Sweet Hair, no Panamby, lá no Morumbi, e o Homa Salon, em Moema, ambos em São Paulo, já aderiram. Quer saber como aproveitar a promoção? Clique aqui!

Leia mais: À la Rapunzel: o retorno das extensões capilares