Foto: Arquivo Harper's Bazaar
Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

A nova moda entre os famosos para emagrecer é a dieta cetogênica. No Brasil e no mundo, celebridades têm recorrido ao modelo que visa baixa ingestão de carboidratos para perder alguns quilos. As brasileiras Giovanna Antonelli e Sasha Meneghel (filha da Xuxa) e a norte-americana Kourtney Kardashian são algumas das adeptas da nova dieta. Além da ingestão de suplementos, como whey protein, controlar a alimentação também é um aliado na perda de peso.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

A dieta cetogênica é dividida por fases. Geralmente, os nutricionistas utilizam três fases principais: ativa, reeducação e manutenção. As refeições são compostas de proteínas de alto valor biológico. Cada uma dessas refeições contém 15 g de proteína, 4 g de carboidratos e 3 g de gordura, com aproximadamente 100 calorias por refeição.

A fase ativa, que pode variar entre um mês e 45 dias, é caracterizada pela ingestão de, no máximo, 800 calorias. Essa é a fase de maior perda de peso, com registros de pacientes que perderam até 80% daquilo que precisam eliminar em toda dieta.

Na fase 2 ocorre a reeducação, o que significa que o paciente vai incorporando gradualmente comidas naturais e saudáveis a sua rotina. Após uma dieta restrita, a pessoa retorna à alimentação normal, ingerindo entre 1200 e 1800 calorias por dia. A 3ª fase é a manutenção do peso obtido nas duas fases anteriores.

O nome da dieta é oriundo do processo chamado “cetose”, que é a queima da gordura induzida pelo corte radical nos carboidratos. Ao reduzir esse nutriente, responsável por fornecer a glicose que dá energia para as células, o corpo humano busca outras fontes de combustível, principalmente a gordura, que é o nutriente mais ingerido na dieta cetogênica. O processo, além de usar a gordura corporal, dá origem aos corpos cetônicos, moléculas que interferem nos hormônios envolvidos no apetite, como a grelina.

A alimentação da dieta pode ser feita a base de verduras e legumes, mas vários vegetais estão barrados no prato de quem pretende alcançar a cetose. Batatas, mandioca e a família das leguminosas, como feijão, soja, lentilha, ervilha não são recomendados.

Mas nem tudo são flores. Vários alimentos estão proibidos e, para alcançar o sucesso na dieta, é preciso manter o foco. Nada de ingerir bebidas alcoólicas, pães, sucos, doces, macarrão, farinhas e outras fontes de açúcar.

No entanto, toda e qualquer dieta deve ser acompanhada por um profissional. A dieta cetogênica não é diferente. Tem um especialista indicando quais alimentos ingerir, o aumento ou diminuição da carga de exercícios complementares e, em alguns casos, segurar a onda e voltar a ingerir carboidratos.

Leia mais:
Fitness: musculação é a base de tudo
Detox de metais pesados é a tendência de beleza da vez
Outrace: plataforma fitness chega ao Brasil