Drops de Beauté: veja o resumo de beleza da semana
Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Com a chegada do inverno, a busca por cirurgias plásticas aumenta consideravelmente. Pensando nisso, a coluna Drops de Beauté desta semana explica porque as baixas temperaturas são melhores para a recuperação de intervenções cirúrgicas – e outras novidades do universo da beleza:

WHAT’S NEW

Inverno: temporada de frio é propícia para quem planeja fazer cirurgia plástica

O cirurgião plástico Alan Landecker explica os motivos para se realizar uma intervenção cirúrgica entre os meses de junho e agosto

A procura por cirurgias plásticas aumenta consideravelmente nos meses do inverno. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o crescimento corresponde até 50% em relação aos meses mais quentes. A busca sazonal por este tipo de intervenção tem explicação lógica: o pós-operatório. De acordo com o cirurgião plástico Alan Landecker, o clima frio proporciona um pós-operatório mais favorável, com menos inchaço e, consequentemente, recuperação mais rápida.

Segundo o médico, em sua clínica, nos meses entre maio e agosto, o aumento por agendamento de operações é simplesmente o dobro, quando comparado com outras épocas do ano. “No frio, o edema é menor e as cintas pós-operatórias são mais fáceis de serem usadas”, ressalta o especialista.

“Outro ponto positivo em fazer cirurgias como a rinoplastia no inverno é a menor visitação às praias – com menos exposição ao sol, existe menor chance de piora do inchaço, desenvolver manchas na região operada ou uma cicatriz escurecida”, finaliza o médico.

Procedimentos cirúrgicos mais procurados durante as baixas temperaturas:

Rinoplastia
Procedimento cirúrgico que harmoniza o tamanho e o formato do nariz, além de proporcionar a correção de alguns problemas respiratórios. A intervenção é feita diretamente na estrutura nasal e, após a cirurgia, exige-se repouso nas primeiras semanas. Quando realizada no inverno, pode dar ao paciente resultados mais rápidos, pois inchaço é menor;

Mamoplastia de aumento
Consiste em dar mais volume e equilíbrio aos seios por meio de próteses de mama. As vantagens de realizá-la durante o inverno estão ligadas, especialmente, ao conforto que a paciente terá ao utilizar o sutiã pós-cirúrgico, peça fundamental para o sucesso da cirurgia, além do repouso;

Cirurgias de face e pálpebras
Procedimentos capazes de corrigir os sinais do tempo, suavizando a aparência geral da face. Por meio destas cirurgias é possível proporcionar um olhar mais rejuvenescido, melhorar o terço médio da face e realçar o contorno do pescoço.

Médicos relatam aumento de casos de gastrite na pandemia

A doença que provoca queimação, azia e sensação de estômago cheio s deve a tensões emocionais como ansiedade, nervosismo e estresse

A gastrite é uma inflamação que ocorre na parede interna do estômago e que se não for tratada pode virar úlcera – lesões profundas na parte interna e no revestimento do estômago. As duas estão ligadas à saúde mental, diz o médico Gustavo Patury, especialista em aparelho digestivo referência em cirurgia bariátrica e metabólica e em operações robóticas e minimamente invasivas.

“O número de pacientes com gastrite nervosa tem aumentado a cada dia. As queixas são comuns e normalmente acompanhadas de desequilíbrio emocional. As incertezas e os medos, principalmente os gerados pós pandemia, estão diretamente ligados ao surgimento de depressão e ao aumento do estresse e da ansiedade”, afirma o médico.

Segundo Patury, o estômago é o órgão que mais sente o estresse. “Além da ansiedade, a gastrite nervosa também pode ser causada por pressão em determinadas situações e algumas doenças psicológicas”, diz. Os tipos mais comuns e conhecidos da gastrite nervosa são a aguda, que ocorre principalmente pela presença da bactéria Helicobacter pylori no estômago e pode causar dor, mal estar, vômitos com inícios repentinos e náuseas, e a crônica que é um aumento progressivo da inflamação que acontece na parede do estômago e geralmente é caracterizada pela duração prolongada dos sintomas de gastrite.

Fique atento aos sintomas: “a alta acidez, produzida em excesso no estômago principalmente quando estamos ansiosos e estressados, deixa todo o sistema digestivo irritado, causando dor, queimação, inchaço, enjoo, diarreia, mal estar, náusea, perda de apetite e vômito”, explica o doutor Patury.

A dica? Mudanças na alimentação. “Ela tem um papel fundamental quando o assunto é gastrite nervosa pois muitas pessoas quando ficam ansiosas ou estressadas demais acabam ‘descontando’ esses sentimentos na comida e, quase sempre, são alimentos ricos em gordura e que promovem irritação no estômago como carne vermelha, café, frituras em geral, condimentos, temperos, bacon, bebidas gasosas e alcoólicas e produtos que abusem de corantes, sódio e que sejam coloridos artificialmente”, enumera. Jejuns prolongados também devem ser evitados.

Já os alimentos indicados para ajudar na prevenção e tratamento da gastrite nervosa são os de fácil digestão como carnes magras grelhadas ou cozidas, peixes, vegetais e frutas sem casca. “A boa notícia é que a gastrite nervosa tem cura e pode ser tratada com mudanças de hábitos para ter uma vida mais balanceada e com medicamentos, caso seja indicado e recomendado pelo médico responsável.” Gustavo Patury recomenda o uso de terapias alternativas como meditação, prática de atividade física (caminhada, yoga, corrida ou treino em casa, por exemplo), técnicas de relaxamento (massagens e exercícios de respiração), alimentação equilibrada e chás naturais.

HITS

Drops de Beauté: veja o resumo de beleza da semana
Fotos: Divulgação

1. Proteção em Dobro
O Protetor Solar Mineral Facial com Zinco e Esqualano FPS 30 (R$ 259) da Biossance, ganha tamanho jumbo, com a versão de 100ml. Sua fórmula mineral, que leva partículas não-nano de óxido de zinco, esqualano e água de lírio, é totalmente livre de toxinas. Ao contrário dos filtros solares químicos, que atuam como uma “esponja”, absorvendo os raios, transformando-os em calor e liberando esse calor da pele.

2. Beleza Limpa
Da Lola Cosmetics, marca carioca vegana, cruelty free e com selo clean beauty, as máscaras capilares em barra (R$ 40) completam a linha que já conta com shampoos e condicionadores. Com corantes naturais e fragrância livre de alergênicos, chega em três versões: reconstrução, hidratação e nutrição.

3. Suplemento mastigável
Desin Gummy é a novidade da Desinchá: a linha de suplementos alimentares em formato de gomas mastigáveis traz balinhas com aromas naturais de fruta, zero açúcar e chegam em dois tipos: uma voltada para saúde da pele e dos cabelos (R$ 119) e outra com alta concentração de vitamina D (R$ 99), com 2.000 UI da vitamina, o que representa 1.000% do valor diário. Recomendação de consumo: 1 bala ao dia.