Fanática por vitaminas? Pois dizem que suplementos não fazem bem à saúde

A melhor indicação para que o organismo funcione direito é ter uma alimentação balanceada

by elav
Sua mãe a fazia tomar suplementos a infância toda e você acabou acreditando que, sem eles, ficaria fraquinha, fraquinha? Pois bem, na verdade, para um corpo saudável, quanto menos ingestão de vitaminas, melhor! - Foto: reprodução/Harper's Bazaar

Sua mãe a fazia tomar suplementos a infância toda e você acabou acreditando que, sem eles, ficaria fraquinha, fraquinha? Pois bem, na verdade, para um corpo saudável, quanto menos ingestão de vitaminas, melhor! – Foto: reprodução

Novidade no mundo da beleza: pesquisas defendem que essa história de 1001 vitaminas para começar o dia não faz nada bem para a saúde, pelo contrário, hipervitaminose pode gerar intoxicações, problemas renais e câncer. Mais: vitaminas não previnem doenças e muito menos garantem a longevidade.

“Depois que o cientista Linus Pau- ling começou a pregar que a vitamina C prevenia quase todas as doenças, combatia o envelhecimento e fazia as pessoas viverem mais, o mundo passou a ingeri-la como se as vidas dependessem disso”, observa o endocrinologista paulista Filippo Pedrinola. “Hoje, a medicina já provou que isso não passa de besteira. Nosso organismo só absorve determinada quantidade de nutrientes por dia e exagerar na dose pode trazer doenças sérias”, completa.

Entre as vitaminas que têm comprovação científica sobre os efeitos colaterais do uso exagerado estão justamente a C, que causa danos renais, por causa da calcificação da urina, e a E, que pode causar câncer de pulmão, graças ao alto índice de betacaroteno. “O poder dos nutrientes só havia sido testado em laboratórios. Agora que estamos estudando as reações no corpo, vamos descobrindo muitas coisas novas”, explica Pedrinola.

A melhor indicação para que o organismo funcione direito, com todos os nutrientes que precisa, é ter uma alimentação balanceada. A reposição vitamínica só é indicada quando o paciente tem alguma deficiência de uma delas. O corpo pode ficar mais “preguiçoso” quando há ingestão permanente de vitaminas.“Quando uma pessoa fica um período de tempo consumindo pílulas vitaménicas, o organismo se acostuma com aquilo e entende que pode parar de produzir suas próprias. Caso a pessoa pare de tomar os suplementos, pode acabar com uma séria anemia ou carência vitamínica”, explica Pedrinola.

Assine a Harper’s Bazaar