Fila indiana: descubra a ordem perfeita dos produtos de skincare

Sérum, hidratante, óleo... A ordem errada dos cosméticos pode prejudicar a saúde da pele

by Marcela Palhão
Foto: Arquivo Harper's Bazaar

Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Cleasing oil, sabonete, tônico, sérum, essence, hidratante, vitamina C, bruma, máscaras… A lista de cosméticos disponíveis no mercado hoje em dia é tão extensa que fica difícil acompanhar os lançamentos e as novidades mais interessantes. Ao mesmo tempo, as propriedades e promessas que esses produtos oferecem são tão tentadoras que acabamos formando uma extensa rotina.

SIGA O SITE RG NO INSTAGRAM

Com uma lista extensa de possibilidades na penteadeira, fica complicado entender a ordem em que eles devem ser aplicados e se podem ou não ser usados juntos. Antes de criar uma rotina de skincare perfeita, é extremamente necessário lembrar que o dermatologista deve ser o médico responsável por indicar os produtos, ordem e quantidade que devem ser utilizados segundo a necessidades da sua pele. Mas, afinal, como essa lista é construída?

“No geral, após uma limpeza adequada, a pele está pronta para receber os cosméticos prescritos pelo dermatologista. Os mais leves, como séruns, devem ser aplicados primeiro, pois têm absorção mais rápida e maior afinidade pela água, penetrando mais rapidamente na pele. Os produtos mais oleosos, como cremes e óleos, devem ser aplicados depois, já que possuem maior concentração de lipídios na sua constituição, podendo demorar mais para serem absorvidos e impedir a penetração de outros, pela barreira de gordura que podem fazer”, explica o dermatologista Thales Bretas.

Depois de limpar a pele e aplicar os produtos na ordem indicada pelo seu dermatologista, Bretas indica que o próximo passo é aplicar o filtro solar – de a rotina for feita durante o dia -, que tem mesmo a função de barreira, e, só então, a maquiagem, que tem partículas grandes que não foram desenvolvidas para penetrar na pele mesmo. Outra dica do dermatologista é começar pelos produtos dos olhos, já que essa é a área mais sensível do rosto e a mistura de produtos nesta região pode causar irritação.

A ordem dos produtos em uma rotina de skincare é importante porque um produto pode anular o efeito de outro. “Alguns ingredientes podem neutralizar outros. Por exemplo, se você passar uma vitamina C, que é um ácido, e depois um cosmético com pH mais elevado, pode formar sais e neutralizar ambos os produtos que você passou. Por isso, devemos sempre nos ater à orientação do dermatologista e evitar misturar muitos produtos por conta própria”, explica o doutor Bretas.

Além de um cosmético poder cancelar o efeito de outro, associar muitas formulações podem ter efeitos perigosos. “O risco maior é alguma delas causar algum tipo de reação ou irritabilidade e você não conseguir indicar qual dessas formulações foi a responsável. Por isso, recomendo sempre começar com um cosmético de cada vez e aguardar pelo menos 15 dias para introduzir outros. Assim, será mais fácil estabelecer uma relação causal e suspender o último que foi adicionado e causou a irritação”, explica Thales Bretas.

Leia mais:
Como prevenir o envelhecimento da pele causado pela poluição
Como o ômega 3 influencia na saúde da sua pele
Rugas e linhas de expressão: saiba como evitá-las