Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Por Camila Garcia

Uma novidade perfeita para esta época do ano, que acaba de chegar aos consultórios dermatológicos, é feita à base de ácido hialurônico, mas, pela primeira vez, a substância não é usada apenas para preenchimento de linhas de expressão.

Agora, o ácido, presente no organismo e responsável por atrair e reter água, passa a ser usado para super-hidratar e estimular o colágeno, inclusive em áreas de pele fina, como pálpebras, pescoço, mãos e colo, e ganhou o nome de Skinbooster, justamente por dar um up quase que imediato na pele.

Uma das vantagens do tratamento é que ele pode ser feito no verão, até por quem abusou do sol. “Ele inclusive trata a pele e consegue reverter alguns danos, porque é um forte hidratante interno”, ressalta a dermatologista Alessandra Nogueira.

“A aplicação é feita como um tipo de mesoterapia, com uma agulha bem fininha”, explica a dermatologista Carla Vidal. De cara, já se percebe uma melhora no viço. Dois dias depois, passado um leve inchaço, a aparência realmente é de uma pele mais jovem e hidratada.

O processo pode doer um pouco (mesmo com a prévia aplicação de um analgésico) e deixar pontos roxos, caso a agulha atinja algum vasinho. A indicação médica é fazer uma aplicação por mês, durante três meses. O resultado dura, em média, seis meses, e os melhores resultados aparecem três meses depois da última sessão.

O melhor: mulheres de todas as idades podem fazer, porque há duas versões do produto a mais light, para as mais jovens, e a mais power, para peles envelhecidas.