Kiki Garavaglia veste camisa Daslu, calça Levi’s, cinto Louis Vuitton e joias de seu acervo pessoal - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Kiki Garavaglia veste camisa Daslu, calça Levi’s, cinto Louis Vuitton e joias de seu acervo pessoal – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Cheia de energia, Kiki, de 65 anos, tem como marcas registradas a maquiagem impecável e os fios sempre presos, que ela mesma prepara desde a década de 1960.

Alimentação
“Sou – e sempre fui – magérrima. Acredite, como feijão com arroz e farofa de banana no dia a dia. À noite, sento-me ao computador de casa e aproveito para comer uma barra de chocolate.”

Rosto
“Sempre adorei uma noitada e compensei os estragos tratando minha pele muito bem. Mudo a rotina de acordo com o clima. Costumo sobrepor até três tipos de séruns levíssimos. O Eco-Therapy Crystal Water, da Arsainte, à base de água de icebergs, está entre os meus favoritos.”

Maquiagem
“Ao longo dos anos, aprendi as técnicas profissionais. Desenho minhas feições com truques de luz e sombra. De dia, realço o olhar com lápis marrom e bronze. À noite, prefiro roxo e lilás.”

Cabelo
“Uso os fios presos em um rabo de cavalo ou coque desde os anos 60. Às vezes, minha filha corta e eu fico acertando a tonalidade da raiz. Quando passamos dos limites, vou ao salão cuidar da cor e cortar as pontinhas. E escolho o xampu pelas embalagens.”

Corpo
“Ando de bicicleta desde sempre e em qualquer lugar do mundo onde eu esteja. E faço pilates há mais de 15 anos no Espaço Disciplinar da Stella Torreão, no Rio de Janeiro. A minha prática é muito particular. Faço os movimentos que tenho vontade, enquanto o fisioterapeuta observa, para garantir que eu não me machuque.”