Ioga e fisioterapia ajudam a aliviar dores e melhoram o sono

Má qualidade do sono e dores nas costas possuem relação direta; técnicas de alongamento e fortalecimento do músculo evitam a sobrecarga na coluna

by redação bazaar
Foto: Reprodução/Instagram/@isisvalverde

Foto: Reprodução/Instagram/@isisvalverde

A dor nas costas é a segunda causa mais comum de consultas médicas – ficando atrás apenas do resfriado. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), entre 65% e 80% da população mundial sente esse incômodo em algum momento da vida.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Além disso, os distúrbios do sono, como insônia, apneia obstrutiva do sono e sono insuficiente, afetam 45% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ou seja, a dificuldade para dormir também vem sendo um grande problema para a população de diversos países.

No entanto, pode haver uma solução para ambos os problemas. De acordo com um recente estudo realizado por pesquisadores do Boston Medical Center (BMC), dos Estados Unidos, a ioga e a fisioterapia podem contribuir para os tratamentos de dores crônicas nas costas e distúrbios do sono.

O estudo comprovou melhorias significativas na qualidade do sono um ano após a realização de 12 semanas de aulas de ioga ou exercícios de fisioterapia – ou seja, demonstra um benefício a longo prazo aos participantes da pesquisa. Ademais, os participantes que demonstraram melhora antecipada da dor depois de seis semanas de tratamento também tiveram três vezes e meia mais chances de ter uma melhora na qualidade do sono após o tratamento completo.

Logo, há uma relação entre a dor e o sono – quem possui dor crônica pode desenvolver problemas de sono comumente. Portanto, ao realizar técnicas de alongamento e exercícios que contribuem para fortalecer o músculo, é possível manter a postura correta, diminuindo a sobrecarga na coluna.

Sendo assim, a ioga e a fisioterapia são grandes aliados contra as dores musculares, pois aliviam a tensão sobre a musculatura quando realizados de maneira correta – vale ressaltar que os profissionais aprendem na faculdade de fisioterapia a lidar com essas questões que contribuem para o alívio ou a redução das dores. Dessa forma, não descarte o acompanhamento de um profissional durante o tratamento.

Redução do uso de medicamentos
Ao realizar exercícios e tratamentos, como o ioga e a fisioterapia, atuando como uma medicina alternativa e sem uso de medicamentos, é possível reduzir a dependência dos remédios – que, por vezes, possuem efeitos colaterais. “Identificar maneiras holísticas de tratar essas condições pode ajudar a diminuir a dependência desses medicamentos, além de manter os pacientes mais seguros e confortáveis” diz Eric Roseen, pesquisador do departamento de medicina de família do BMC, em matéria ao jornal “Extra”.

Exercícios proporcionam benefícios diversos
Além desse estudo em específico, a prática de exercícios pode resultar em diversos benefícios para a saúde, bem como conhecer melhor seu próprio corpo e seus limites, além de ser um ponto de partida para sair do sedentarismo e melhorar o funcionamento do sistema cardiorrespiratório.

Leia mais:
Retiros de wellness já nascem como hit do ano
Body positive: entenda do que se trata esse movimento
Guia do antioxidante: o que é, como funciona e onde encontrar