Foto: Pixabay

Por Karen Couto

Quando falamos em um corpo inteligente, falamos em um corpo que sabe fazer “casting” – ou seja, ele, o corpo, sabe escolher quem fica e quem sai, é um corpo que sabe fazer escolhas. Corpo seletivo significa sistema imunológico em ordem.

O detox já nasceu datado, gente. É claro que fazer uma faxina de vez em quando ajuda, e pode ser sempre um ponto de partida. Contudo, tenha em mente que você não precisa desintoxicar um corpo saudável.

Foto: Unsplash

E quando nos referimos a um corpo saudável, nos referimos mais a tirar do que colocar, ou seja, a primeira coisa que temos que pensar é eliminar da nossa rotina o que está minando as nossas defesas. Produtos processados e industrializados, excesso de proteína animal como leite e derivados, glúten, açúcar, embutidos e produtos comestíveis manipulados e artificiais que não alimentam e estão diretamente associados a processos inflamatórios e a excesso de acidez que, por sua vez, minam o sistema imunológico e criam quadros favoráveis a alergias, doenças degenerativas, câncer bem como vírus, bactérias e o pior, mal-estar e falta de disposição, inchaços, gases, distúrbios intestinais, isto é, tristeza e… irritação!

Foto: Unsplash

Quando retiramos pouco a pouco alguns alimentos (atenção! Não retire todos ao mesmo tempo. Açúcar e glúten em uma semana, leite e derivados na seguinte, e assim sucessivamente), conseguimos perceber os alimentos que nos dão ou roubam nossa energia, o que digerimos com mais facilidade, o que nos dá mais sede… os alimentos que são mais ou menos adequados.

Como sabemos, cada um de nós tem particularidades biológicas que devem ser respeitadas mas, antes, descobertas!!! É o famoso autoconhecimento, que é a ferramenta mais efetiva para a felicidade.

Foto: Pixabay

Então, na prática, evite bebidas geladas e gasosas (com exceção das fermentadas como kefir e kombucha), álcool, produtos refinados com açúcar e farinha branca, enlatados, salsichas, presuntos, linguiças, queijos etc., seu corpo os vê como invasores… porque não são exatamente percebidos como alimentos.

Outro ponto relevante é o péssimo hábito de beliscar a todo momento, bem como se deixar enganar e vencer por desejos momentâneos alucinantes por doces e outras porcarias como batatinhas de pacote… esses produtos refletem ansiedade, causam um alívio ilusório e sobrecarregam o seu sistema, enfraquecendo-o.

Foto: Unsplash

O corpo não dá conta de estar em constante digestão, uma das funçōes que mais “roubam energia” do nosso corpo é a digestão!

Por isso, importante a lembrança: não é só você que precisa dormir, o seu intestino também precisa de descanso!

Lembre-se: você tem o poder de promover e não sabotar sua saúde!

Gostaram? Próximo artigo: jejum intermitente.