A linha de produtos da primeira fragrância Marni/Foto: Reprodução

A Marni se prepara para lançar sua primeira fragrância, prevista para chegar ao mercado em fevereiro de 2013. A grife italiana liderada por Consuelo Castigilioni uniu forças com a Estée Lauder e sua divisão de fragrâncias de designers para o debut de beauté, que conta com planejamento estratégico daqueles.

Para criar o novo perfume, a gigante de beleza realizou uma pesquisa com consumidores de fragrâncias de luxo, que revelou que, um dos principais motivos da compra é a inovação nas essências. Pensando nisso, Consuelo utilizou como base uma formula floral, frutada e picante que havia trabalhado em um projeto anterior. Nas mãos da vice-presidente da divisão de perfumes de luxo da Estée Lauder, Veronique Gabai-Pinsky, a fragrância ganhou uma injeção de óleo de rosas intenso, para dar mais voluptuosidade. Para chegar ao resultado desejado, foi utilizada uma moderação de incenso.

A embalagem minimalista foi concebida a partir de um frasco comprado por Consuelo em um mercado de pulgas há vinte anos atrás e traz o print de bolas, uma assinatura típica Marni. A ideia é que a fragrância seja mais exclusiva e, por isso, não terá distribuição em massa. Ao invés disso, a Saks Fith Avenue terá exclusividade em vendas pelos primeiros seis meses de lançamento e, logo depois, o perfume chegará em pontos de venda selecionados, a maioria flagships. A campanha, também limitada, terá anúncio impresso em apenas um veículo de moda e traz a modelo brasileira Raquel Zimmermann, clicada por Nick Knight.

O frasco do perfume (esq.) e a primeira campanha, com Raquel Zimmermann (dir.)/Fotos: Reprodução