Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Hoje em dia, o mercado de beleza conta com uma ampla variedade de produtos para limpeza da pele – que vai do gel à base de óleo, bálsamos, entre outros, que auxiliam nesse processo. Porém, o segredo para alcançar uma cútis limpa e, consequentemente mais saudável, vai além do produto escolhido: também depende de uma rotina diária e da técnica utilizada.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

As mulheres orientais são referência mundial no quesito skincare, com rotinas elaboradas e produtos que têm se tornado sensação no mundo todo. Segundo a dermatologista Lilian Odo, existe uma técnica muito popular e efetiva: o método de limpeza 4-2-4, que abrange uma rotina rígida somada a uma ideologia que resulta em benefícios para todo o corpo.

“Ter uma pele realmente saudável leva tempo e o método é recomendado para todos que almejam uma cútis bonita e muito bem tratada”, diz a médica.

O que é o método de limpeza 4-2-4?

É uma técnica que começa com a aplicação de um óleo, seguido de uma massagem na pele por quatro minutos. Em seguida, coloca-se um produto de limpeza por cima e massageia-se por mais dois minutos, para emulsificar o óleo, e finaliza a limpeza com o enxágue da pele por quatro minutos.

“O método é indicado para ser realizado à noite, num total de dez minutos voltados para o autocuidado. Porém, não é necessário fazer todas as noites para se beneficiar dos resultados. Com o mínimo de quatro vezes por semana já se alcança o objetivo”, revela a dra. Lilian Odo.

O momento de fazer a técnica 4-2-4 se torna um momento sagrado, com minutos focados para o bem-estar próprio, esquecendo-se dos problemas externos e separando um tempo para tranquilizar a mente, principalmente pela massagem facial dar uma prazerosa sensação de relaxamento.

Fases do método de limpeza 4-2-4

1ª fase – Oil cleansing
Com um óleo específico para a limpeza facial, a rotina começa com quatro minutos de massagem com este produto. Este processo melhora a circulação e traz fluxo sanguíneo para a superfície da pele. Além disso, o óleo ajuda a amolecer a camada superior do tecido, remover detritos e desentupir os poros.

O oil cleasing é um método de limpeza profunda que não retira toda a camada hidro-lipídica, que é essencial à pele. “O óleo utilizado se junta com o produzido pelas glândulas sebáceas, fazendo uma espécie de higiene ‘óleo por óleo’. Com a aplicação e massagem do local, a gordura presente no produto se liga às do sebo, removendo todas as impurezas da pele, como poluição, maquiagem e resíduos de produtos”, explica a médica.

2ª fase – Agentes de limpeza
Para emulsificar o óleo, deve-se passar um sabonete ou gel de limpeza por cima e massagear por mais dois minutos. O produto oferece uma sensação refrescante e revigorante ao ser aplicado, ajudando a emulsionar o óleo para facilitar a remoção do excesso com o enxágue.

Pessoas com pele oleosa ou com tendência à acne podem optar por produtos destinados ao seu tipo específico de pele e se beneficiam deste método de limpeza, pois a região fica mais resistente a irritações e ressecamentos típicos.

3ª fase – Enxágue
Esta fase pode ser considerada a mais complicada, mas é realmente importante. Essa etapa inicia com lavar o rosto com água morna por dois minutos e finalizar com água fria. “A água morna ajuda a retirar o excesso de óleo e levar o fluxo sanguíneo para a superfície da pele. Esse fluxo abre os canais para o sangue fluir e o calor realiza um processo de desintoxicação e age como uma forma de cura”, explica a médica.

Após os dois minutos com água quente, utiliza-se água fria para lavar o rosto – processo que vai contrair a vasculatura da pele, liberando toxinas e fechando os poros. Ao finalizar, o rosto fica vermelho como se a pessoa tivesse saído de uma sauna. “A longo prazo, com repetições, a pele vai ficando cada vez mais limpa, rejuvenescida e hidratada. Vale ressaltar que outros problemas se beneficiam desse método, pois a técnica fomenta a capacidade natural da pele de se curar”, explica dra. Lilian Odo.