Shag hair: o famoso repicado com franja bagunçada volta num estilo menos 80´s e com toque boho glam - Foto: Getty Images
Shag hair: o famoso repicado com franja bagunçada volta num estilo menos 80´s e com toque boho glam – Foto: Getty Images

Enfim, 2015. Sim, porque, dizem, e você sabe bem, o ano só começa depois do carnaval. Hora exata, portanto, para dar aque­la repaginada. E, no que depender das tesouras afiadíssimas dos top cabeleireiros, a mudança começa pelos fios. “As mulheres es­tão começando a se cansar dos cabelos compridos e retos e, ins­piradas nos red carpets, aderindo aos fios mais curtos e repicados”, aponta Ricardo Rodrigues, hairstylist do Studio W. São duas as principais tendências e elas atendem pelos nomes de wavy bob (wob, para os íntimos) e shag hair.

O wavy bob – escolha de Jennifer Lawrence, Beyoncé e Taylor Swift – combina o corte médio com textura ondulada e mais natural. Simples e fácil de manter, é uma escolha para todas as ocasiões – e para todas as mulheres. Sienna Miller, por exemplo, apareceu no Golden Globe com seu wob solto: moderno e jo­vem ao mesmo tempo. “É um comprimento prático e sofistica­do, mas sem perder o ar sexy, que, muitas vezes, achamos que só o longo proporciona”, continua Ulisses SJ, cabeleireiro do Blend.

Wavy bob: os cortes médios e curtos, com volume e textura ondulada, estão fazendo a cabeça das mulheres mundo afora - Foto: Getty Images
Wavy bob: os cortes médios e curtos, com volume e textura ondulada, estão fazendo a cabeça das mulheres mundo afora – Foto: Getty Images

A outra opção é o também disputadíssimo shag hair. Pense no repicado disco dos anos 1970, nas ondas de Farrah Fawcett na década seguinte ou em Rachel (Jennifer Aniston), da série Friends, nos anos 1990. Em comum, todas têm um pezinho no shag. A diferença é que ele ressurge, agora, com mais camadas, bagunçadinho, franjas desconectadas, textura extra e um toque boho glam. É possível criar looks bem divertidos e despojados com o corte, mas cuidado: não são todos os rostos que combi­nam com ele e há sempre o risco de ficar muito 80’s.

“Como ele é bem repicado e possui as bases e os contornos mais alon­gados, é importante que o rosto seja mais quadrado ou retan­gular”, explica Ulisses. “Indico o short shaggy para aquelas que gostam de inovar, conseguindo um visual moderno, atual e atemporal”, sugere Marcelo Brito, cabeleireiro do Studio Tez.

Para dar volume e textura: 1. Hair Spray Effects Lowell, R$ 49; 2. Spray de volume Thermal Image Wella, R$ 88; 3. Pomada em pó OSiS+ Session Label Dust It Flex Schwarzkopf, R$ 160; 4. Pomada Craft Clay Sebastian, R$ 132 - Foto: divulgação
Para dar volume e textura: 1. Hair Spray Effects Lowell, R$ 49; 2. Spray de volume Thermal Image Wella, R$ 88; 3. Pomada em pó OSiS+ Session Label Dust It Flex Schwarzkopf, R$ 160; 4. Pomada Craft Clay Sebastian, R$ 132 – Foto: divulgação

Ambos os cortes são de fácil manutenção e necessitam, basi­camente, dos mesmos produtos para dar volume e textura. “Para cabelos lisos e com ondas, recomendo secar com spray de volu­me, alisando a raiz, ondulando o meio do cabelo com babyliss e tomando o cuidado de não modelar as pontas”, segue Ricardo Rodrigues. Já para os fios crespos, a dica do cabeleireiro é usar pomada para dar mais textura. Spray de sal é outra dica para dei­xar o wavy bob e o shag hair mais bagunçadinhos. E, claro, mo­dernos, jovens e desconectados, como devem ser.