Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

por Anna Paula Buchalla


Roseli Siqueira é um nome forte da beleza natural no circuito off-dermatologistas do high paulistano. As frequentadoras mais assíduas da casa, instalada há 25 anos no coração de Pinheiros, juram que não devem nada além de massagens, cremes e máscaras naturebas às suas peles lindas, firmes e lisinhas. Bastam alguns minutos na recepção e o entra e sai da mulherada prova que ali não tem pele descuidada. Na primeira sessão, Roseli me apresenta a uma cliente.

“Quantos anos você dá para ela?”, me pergunta. Arrisquei 30 (mas na verdade, eu daria 35). “Ela tem 45 anos e há 13 só faz os faciais comigo. Nenhum laser”, diz Roseli, com o olhar cúmplice da amiga. Foi a deixa para me entregar, de corpo, alma e rosto, às suas mãos.

Confesso, sou assídua de sessões de laser e radiofrequência. Mas também tenho de reconhecer que a pele fica ótima durante o tratamento, mas, passado o efeito – e não há nenhuma ciência, apenas achismos nestas linhas –, sinto que, às vezes, ela fica ligeiramente pior do que estava antes.

Conto isso a Roseli, que emenda com um belo “eu sou totalmente contra lasers. A pele precisa de cuidados naturais, massagens, exercícios e nada mais”. Seu diagnóstico? Minha pele estava desidratada e com sinais de flacidez. Ela me indica 10 sessões do facial máscara de chocolate (R$ 390, 1h15): tudo começa com o elixir sagrado de Roseli: o F.I.B. O equipamento de fotoindução biológica, que trouxe da Itália há mais de 20 anos, é uma espécie de “aeróbica para as células”, como me explica. Faz um desbloqueio energético e estimula as células a trabalharem melhor, com mais força. O resultado é o aumento da produção de colágeno e elastina. Meia hora desse estímulo, que começa no músculo que une as costas ao pescoço, e não há qualquer sensação de dor, frio ou calor. A ideia é aliviar a tensão nessa região, que se reflete no contorno do rosto, puxando-o para baixo. O tratamento segue com uma massagem facial dos deuses, uma espécie de lifting imediato. O grand finale é a máscara de chocolate, que tem como base os poderes antioxidantes do cacau e ajuda a desintoxicar a pele, a reduzir olheiras e dar vivacidade.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Durante o tratamento, que segui religiosamente, fiz algumas sessões de peeling de algas, que deixou minha pele maravilhosa. Apenas um vermelho leve e, no dia seguinte, meu rosto estava totalmente renovado. “São algas que vêm da Bélgica, nascem 100 metros abaixo do nível do mar e contêm oxigênio. Elas ativam a circulação e ajudam a pele a criar resistência. Dá até para sair daqui e ir para o sol”, garante Roseli Siqueira. Preferi não arriscar, apesar dos conselhos de não usar nada químico na pele, nem protetor solar. Será, Roseli? “Sou contra protetor de qualquer tipo: no máximo, uma loção fitoprotetora à base de café verde Coffea Arábica”, diz. Questionável, mas, ao olhar para a pele dela, não resta dúvida de que os raios UV não agiram negativamente ali.

O protocolo de beleza natural de Roseli segue em casa, com produtos com chancela da própria, como o Sérum Facial Chocolate e Ouro (R$ 590), que as clientes costumam usar antes de ir a uma festa por seu efeito tensor. Há ainda máscaras queridinhas, como a de abóbora (R$ 266), super-hidratante. Sem falar no carro-chefe, o Sérum Rejuvenescedor Pomme D’ Beauté (R$ 620), à base de células-tronco da maçã.

Tudo é feito sob o olhar atento de Roseli, que faz uma espécie de check list nas clientes. Foi numa dessas que ela me recomendou mais cinco retornos, porque ainda não estava feliz com o resultado da minha pele. Já eu, felicíssima! Inclusive com os comentários sobre ela. Se vou parar de fazer lasers? Pelo menos por enquanto…

Leia mais: Bazaar revela a paleta de sombras da Dior que foi hit em Cannes