Beleza Samuel Cirnansck/Foto: Paulo Reis

Por Vânia Goy

Neste sábado, os maquiadores deixaram o make nada de lado e investiram em olhos poderosos e sob medida para diferentes tipos de mulher.

No backstage de Reinaldo Lourenço, Fabiana Gomes e John Stapleton deram ênfase ao canto externo dos olhos combinando o delineador em gel Fluidline Blacktrack, da M.A.C, com sombra grafite Gold Carbon. O efeito gráfico é perfeito para quem quer experimentar um make moderno que não requer acabamento perfeito. “Esfumamos a linha feita com o delineador sem a pretensão de deixa-la perfeita”, explicou Fabiana. “O borradinho e as irregularidades são interessantes.”

Em seguida, Helder Rodrigues estreou no comando do backstage da Huis Clos com sombras em diferentes tonalidades de marrom. “Eu queria fugir do olho esfumado preto tradicional, com cílios e sobrancelha marcadas”, disse ele. “Preparei uma gama de marrons e acinzentados para cobrir as pálpebras e descolri as sobrancelhas das modelos”, disse ele. Lápis preto na raiz superior e bege escuro na linha d’água completaram o make dos olhos, que também não tinha máscara.

Ao contrário dos dois primeiros, Celso Kamura caprichou nos cílios para o desfile de Samuel Cirnansck. “As aves e bichos que inspiraram a coleção de Samuel também foram referência para a maquiagem”, explicou ele. Três combinações diferentes de sombra foram feitas para maquiar os olhos. Duas delas com pigmentos escuros esfumados em direção à sobrancelhas e aplicados de forma gráfica no canto interno. A terceira combinação foi feita com pigmentos e iluminador branco. Para arrematar, um par robusto de cilios postiços pretos ou peninhas brancas.