À esquerda, proposta de Etienne Rayssac e à direita, o frasco idealizado por Ludwig Vogelgesang - Foto: divulgação
À esquerda, proposta de Etienne Rayssac e à direita, o frasco idealizado por Ludwig Vogelgesang – Foto: divulgação

Lançado em 1853 por Pochet & du Courval para abrigar a colônia imperial criada especialmente para a imperatriz Eugénie, o icônico frasco de abelha da Guerlain ganha exposição em comemoração ao seu aniversário de 160 anos.

À esquerda, versão de Nelly Saunier e a direita a criação de Lison De Caunes - Foto: divulgação
À esquerda, versão de Nelly Saunier e a direita a criação de Lison De Caunes – Foto: divulgação

Produzido (e personalizado!) por encomenda para cada cliente, o frasco que ganha cor de acordo com a fragrância selecionada, virou peça de museu pelas mãos de artesões que emprestaram sua criatividade para dar vida aos pequenos vidrinhos.

À esquerda, obra de Sylvie Deschamps e a direita, a proposta de Gohard - Foto: divulgação
À esquerda, obra de Sylvie Deschamps e a direita, a proposta de Gohard – Foto: divulgação

Em papel, tecido, couro e madeira, os frascos estão expostos na Maison Guerlain, em pleno Champs Elysées, até o dia 14 de fevereiro. Bazaar indica a visita.