Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Escovar os cabelos em casa não é tão simples quanto parece. Às vezes pode até parecer que você deu um “jeitinho”, mas, a longo prazo, percebe os fios ressecados e quebradiços. Para evitar esses problemas, Liliane Lopes, consultora técnica sênior na rede Fast Escova, dá quatro dicas para que a escovação caseira seja mais saudável:

Prefira secadores de menor potência

O nome já diz: “secadores profissionais” são para profissionais. Se você não domina a técnica e a prática, o ideal para o uso caseiro são os secadores de menor potência. Outra dica muito importante é manter a distância adequada entre o bico do secador e os fios, nunca encostando o bico no couro cabeludo.

Use protetores térmicos

A alta temperatura do secador é um risco para quem não tem domínio do aparelho. Algo muito comum é notar os fios mais ressecados e exalarem um cheiro de queimado. Para evitar esses problemas, Liliane sugere o uso de um bom protetor. Além de blindar os fios contra a temperatura, também ajuda no deslizar e no desembaraçar dos cabelos, como um leave-in.

Escolha a escova ideal para o seu tipo de cabelo

Em vez de desembaraçar, alguns tipos de escovas podem arrebentar os fios. Uma dica é optar pelas escovas vazadas revestidas por cerâmica, que tem o deslizar mais suave e diminuem a estática. Já o tamanho da escova varia proporcionalmente de acordo com o comprimento do cabelo.

Não deixe de hidratar e nutrir os cabelos

Não é só a técnica correta da escova que vai garantir a força do cabelo. Na verdade, a saúde dos fios vem antes, com uma rotina de hidratação e nutrição. Uma dica para dar vida aos cabelos “mortos”, são os cronogramas capilares que sugerem uma revitalização capilar em três ou quatro semanas seguindo algumas etapas. Recuperando a saúde do cabelo, ele busca identificar se a estrutura do fio necessita de reposição de água, lipídeos ou proteínas, agindo com etapas semanais para cada fase da recuperação. Procure um profissional para saber m