Marina Ruy Barbosa - Foto: Reprodução/Instagram
Marina Ruy Barbosa – Foto: Reprodução/Instagram

Você sabia que apenas 2% da população possui cabelo ruivo de nascença? “A cor avermelhada é decorrente de uma mutação na melanocortina, responsável por produzir a melanina que determina a pigmentação da pele e demais pelos do nosso corpo”, explica o hairstylist Vitor Beletatti.

Para quem quer se tornar “ruiva artificial”, é preciso levar em conta que a tonalidade merece cuidados ainda mais especiais, para evitar quebras, desbotamento e desidratação dos fios. O profissional explica quais são esses passos essenciais para incluir na rotina de beleza de quem pretende tingir o cabelo nesta temporada. Veja abaixo:

Foto: reprodução/Harper's Bazaar
Foto: reprodução/Harper’s Bazaar

1.  Lavar o cabelo todos os dias, nem pensar!
Para algumas pessoas, lavar os cabelos diariamente é algo inevitável. No entanto, sempre que puder, o mais indicado é evitar lavar todos os dias. Isso porque a lavagem excessiva pode retirar a camada natural de hidratação dos fios e deixá-los ressecados e quebradiços. “O cabelo ruivo, mesmo natural, tem tendência a desbotar e perder brilho, e isso vai acontecer mais facilmente e rápido se for lavado com muita frequência”, explica Vitor.

2.  Lave sempre com água fria ou morna
Uma dica que parece simples, mas todo mundo esquece, é evitar água muito quente na hora da lavagem dos fios. As altas temperaturas estimulam as glândulas sebáceas a produzirem mais sebo, deixando o cabelo oleoso na raiz, com aparência de sujo. Além disso, favorecem a queda dos fios. Com as cutículas abertas pela água quente, o cabelo ainda acaba ficando opacos e sem vida.

3.  Use produtos específicos para cabelos ruivos
A escolha correta dos produtos é essencial para quem deseja um cabelo sempre bonito e saudável. As linhas desenvolvidas especialmente para os fios ruivos, por exemplo, possuem agentes capazes de estimular a pigmentação capilar e diminuir o desbotamento .

4.  Hidratação sempre!
Quem não ama um cabelo macio e hidratado? Para isso, além dos cuidados realizados em casa, é indispensável passar no salão para uma hidratação mais profunda. Se está em dúvida sobre a frequência com que deve realizar o procedimento, é só consultar o cabeleireiro. Ele sempre saberá reconhecer a hora certa de tratar os fios.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

5.  Use protetor solar, faça chuva ou sol
Há quem pense que o protetor solar deve ser usado apenas quando o sol aparece. Engano: os raios UV estão aí todos os dias e são extremamente prejudiciais aos fios, assim como à pele. “Quem fica muito tempo exposto ao sol já percebeu que os fios ficam opacos mais rapidamente. Isso acontece porque o cabelo oxida e a cor natural sofre alterações”, explica Beletatti. Para evitar aquele indesejado “laranja”, o protetor capilar é indispensável.

6.  Finalizadores e leave-ins, amigos para todo dia
Os cabelos ruivos naturais tendem a ser mais porosos, portanto, tendem a perder mais água e ter mais frizz. Neste caso, vale apostar em finalizadores e leave-ins que possuam proteínas, colágeno e óleos naturais. Melhor ainda se o protetor solar já vier na fórmula dos produtos.

Leia também:
Oito celebridades que possuem marcas próprias de cosméticos
Cinco passos para evitar espinhas antes do casamento
Tire suas dúvidas sobre a pele oleosa