Saiba como os nomes de esmalte são escolhidos
Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Força Celestial, Pelo Amor da Deusa, Todas Por Uma, Sororideusas, Poder de Muitas e Inspiração Divina. Estes poderiam ser títulos de livros, séries, músicas, poemas, mas são os nomes dos esmaltes da coleção “Deusas Inspiradoras”, da Risqué. A inspiração é a relação de união e conexão entre as mulheres, por isso, os produtos foram batizados com temas de acolhimento e inspiração.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Quem já parou para ler os vidrinhos de esmalte sabe: haja criatividade para nomear a infinidade de cores disponíveis. Mas você já parou para pensar como esses nomes são criados?

“Nossos tons são desenvolvidos a partir de uma série de pesquisas de tendências e os temas fazem referência à cultura pop. Sempre buscamos temas que sejam compatíveis com o nosso posicionamento de marca e importantes de alguma forma para nosso consumidor”, conta Regiane Bueno, vice-presidente de marketing da divisão de consumo do grupo Coty no Brasil.

Em entrevista à Bazaar, Regiane conta mais detalhes da coleção e do processo de criação. Leia abaixo:

Saiba como os nomes de esmalte são escolhidos
Foto: Divulgação

Harper’s Bazaar – Como é o processo de nomear cada tom de esmalte?

Regiane Bueno – Os nomes dos esmaltes da Risqué são criados a cada coleção, em reuniões de brainstorming entre o time da Coty e as agências da marca. Buscamos sempre criar produtos inovadores, que cuidem da beleza das unhas e inspirem, completando a rotina e o estilo de vida das consumidoras. A cada nova coleção, a marca desenvolve cores inéditas a partir de uma série de levantamentos de tendências, em moda, arte e decoração.

O que acontece primeiro: a criação da cor ou do conceito?

A criação das cores e do conceito acontecem simultaneamente. Nossos tons são desenvolvidos a partir de uma série de pesquisas de tendências e os temas fazem referência à cultura pop. Os conceitos das novas coleções, criamos em conjunto com as nossas agências e o time interno de marketing. Sempre buscamos temas que sejam compatíveis com o posicionamento da marca e importantes de alguma forma para nossos consumidores.

O que impulsionou a Risqué a criar uma coleção sobre deusas inspiradoras?

A marca quer homenagear todas as mulheres reais e inspiradoras com esta coleção, como sua mãe, amiga, vizinha e líder. Inspirada no universo fable, a linha traz como foco a força do feminino, como forma de inspirar a sororidade e empatia entre as mulheres.

Como chegam a cada termo? Como associá-los a cada cor?

Depois do conceito e cores criadas, a Risqué estuda possíveis nomes que convergem com cada coleção. Com este lançamento, a marca quer reforçar a importância da relação de união e conexão entre as mulheres. Depois de muitos estudos, foram selecionados os nomes.

Qual a relação entre o sentimento de empoderamento e o ato de pintar as unhas?

Entendemos que a esmaltação das unhas, as cores e nail arts produzidas pelos consumidores andam em conjunto com o empoderamento pessoal. Seja quando uma pessoa escolhe uma cor clássica ou outra mais ousada, quando usa um nude discreto ou um colorido vibrante. Queremos sempre estar presentes no cotidiano dos nossos consumidores para que eles queiram cada vez mais quebrar os padrões impostos e fazer com que se sintam cada vez mais confortáveis em inovar nos seus estilos e se desprendam das regras. Acreditamos que todos devem se sentir livres para se expressarem como quiserem e que as cores são uma ferramenta de autoexpressão. Já passou o tempo em que as pessoas deixavam de usar as cores preocupadas com o julgamento alheio, afinal, um mundo mais colorido é muito melhor.