Foto: A.Niemeyer

Comemorando seus 25 anos, o SPFW deixou de lado as tradicionais passarelas para desfiles virtuais. A grande característica que se viu nos looks fashionistas é a exaltação da beleza natural. Mas teve corte com máquina e releitura do rabo de cavalo. As tranças também estão em alta, em vários estilos.

O expert Rodrigo Cintra, que está há 15 anos na TV – sendo 11 deles como co-apresentador do programa “Esquadrão da Moda” (SBT) – separa com exclusividade para a Bazaar algumas tendências para você se inspirar e copiar.

Tranças e mais tranças

A trança longa trazida pela grife A.Niemeyer é um penteado ousado e de muita atitude. É elaborado com a aplicação de um mega hair para passar da cintura. O truque para copiar é separar o cabelo em quatro ou mais partes, puxar bem a mecha e trançar com a extensão.

À direita, Lenny Niemeyer; à esquerda, Juliana Jabour – Fotos: Divulgação

E a trança de raiz pode ser feita no cabelo curto (Lenny Niemeyer) ou com fios mais compridos (Juliana Jabour).

Fios grisalhos

Foto: Handred

Quantas mulheres e famosas não resolveram adotar o visual grisalho durante esse ano? O look virou tendência para quem deixou de lado a tintura, para sempre ou por enquanto. A.Niemeyer apostou nos fios totalmente brancos, enquanto a Handred surgiu com modelos grisalhas.

Importante ao adotar esse visual é não descuidar da hidratação, pois esse tipo de fio, sem melanina, é mais poroso e tende a ficar ressecado com facilidade.

Curly volumoso

Foto: Irrita

Os cachos do desfile da estilista Rita Comparato, da Irrita, são destacados e volumosos. Para conquistar o look, invista em produtos com tecnologia, que ajudam a definir os cachos, como o CC Cream, sempre amassando os fios com as mãos. Spray de brilho é ótimo para dar aquele glow na finalização.

Black power

À esquerda, Aluf; à direita, Handred – Fotos: Divulgação

Uma das novidades do SPFW desse ano foi a diversidade, pela primeira vez a organização do evento exigiu que 50% dos modelos fossem negros, indígenas e afrodescendentes. Com essa grande mistura, grifes como a Aluf e a Handred apostaram no black power.

Para copiar o look da modelo, tudo começa com o tipo de cacho, entre eles, 3B, 3C, 4A, 4B e 4C. Depois é o corte, que pode ser arredondado ou em camadas (para cabelos muito longos). Por fim, para a finalização aplicar um CC Cream e usar o difusor de baixo para cima. Usando o pente garfo para encorpar os fios.

Baby hair

À esquerda, Another Place; à direita, Martins – Fotos: Divulgação

O “cabelo de bebê” (aqueles fios curtos que crescem na parte frontal/lateral da cabeça) surgiu nos anos 1990 e tem várias adeptas, como Jennifer Lopez e Kylie Jenner. A releitura trouxe o baby hair estilizados para as grifes Another Place e Martins.

O truque para arrumar os fiozinhos mais rebeldes é molhar e pentear com a ajuda de um pente fino. Pode usar gel de toque seco e muita criatividade!

Corte com máquina

Foto: Amapô

A tendência que fez a cabeça das mulheres esse ano foi o corte com máquina. Muitas vezes por ter aquele desejo de liberdade, praticidade, falta de tempo ou até mudar radicalmente – o que não aconselho. As grifes Amapô e Misci apostaram no corte para os seus desfiles virtuais.

O cabelo raspado não demanda só coragem, mas ajuda de um profissional. Muitas mulheres gostam de brincar com as cores, como descolorir e até mesmo usar tons fantasia, vale tudo. Você pode combinar acessórios grandes e chamativos com seu novo look.

Raiz lateral marcada

À esquerda, Lino Villaventura; à direita, Neriage – Fotos: Divulgação

Penteado elegante e clássico sempre tem raiz lateral marcada. E ela pode ser feita em cabelo crespo e liso. As grifes Neriage e Lino Villaventura trouxeram essa tendência para as passarelas virtuais.

No caso do cabelo crespo, o corte chamado The Hard Parting, geralmente feito apenas com navalha em homens, ganhou a atenção das mulheres. Um charme só!

Rabo de cavalo texturizado

Fotos: Gloria Coelho

A estilista Gloria Coelho seguiu a linha da raiz marcada, mas focou no rabo de cavalo texturizado. Nada de escova ou chapinha, o topo fica sim mais polido (com gel de brilho fica lindo) mas é penteado. Enquanto o comprimento ganha ares naturais, com borrifadas de spray de brilho. O elástico também não aparece. Ele é “encapado” com mechas. Ótimo para variar o penteado do dia a dia.