Aira Ferreira (Supreme Management NY) usa vestido Chanel – Foto: Jacob + Carrol (The Gallery Agency, com styling de Angel Macias, edição executiva de Filipa Bleck e maquiagem de Hirishi Yonemoto

Os cabelos são a moldura do rosto. Não é à toa que os fios são um dos principais focos durante nossa rotina diária de cuidados, afinal, todos queremos conquistar cabelos bonitos, fortes, brilhosos e saudáveis. Mas de nada adianta investir em produtos caros e passar horas tratando os cabelos enquanto ainda realizamos hábitos que prejudicam a saúde dos fios.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Então, para te ajudar a conquistar madeixas bonitas, a dra. Jaqueline Zmijevski, dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e fellow em tricologia pela Associação Médica Brasileira (AMB), apontou hábitos que podem estar colocando em risco a beleza dos seus cabelos. Veja:

Tabagismo

O hábito de fumar pode prejudicar o couro cabeludo e, consequentemente, os fios. “As substâncias tóxicas presentes no cigarro podem levar à vasoconstrição, assim, reduzindo a oxigenação e aporte de nutrientes, que são essenciais para que o cabelo permaneça saudável e cresça adequadamente”, explica a dra. Jaqueline Zmijevski. “Além disso, o cigarro deixa os fios amarelados, por conta da oxidação, e opacos.”

Alimentação balanceada

Uma alimentação desequilibrada com falta de nutrientes pode afetar diretamente a saúde capilar. “Em momento de carência nutricional ou dietas restritivas, o organismo tende a priorizar os órgãos e tecidos vitais, o que não é o caso dos cabelos. Por isso, os fios são um dos primeiros afetados por desequilíbrios nutricionais, sofrendo, muitas vezes, com estagnação de crescimento e queda”, afirma a médica, que ressalta a importância de manter uma dieta saudável e balanceada, rica, por exemplo, em frutas, legumes e verduras diversos, que possuem vitaminas, minerais e micronutrientes fundamentais para a saúde dos nossos cabelos.

“O consumo de proteínas como ovos, peixes e carnes também é fundamental, pois contam com aminoácidos essenciais para formação de queratina, principal componente dos fios”, aconselha a especialista.

Higiene incorreta

A higiene regular do couro cabeludo é fundamental para manter a saúde capilar, já que evita o acúmulo de oleosidade e resíduos que, por sua vez, podem favorecer a proliferação de fungos, quedas de cabelo e doenças como a dermatite seborreica. Mas o hábito deve ser realizado de maneira correta.

“É importante evitar o uso de temperaturas muito altas na hora de lavar os cabelos, pois a água quente pode remover excessivamente a oleosidade natural e a barreira protetora do couro cabeludo, assim favorecendo o ressecamento e coceira. Na hora de aplicar o shampoo, concentre-se no couro cabeludo, deixando que apenas a espuma escorra pelo comprimento dos fios, sem esfregá-los. Aplicar o shampoo diretamente nos fios também pode favorecer o ressecamento”, aconselha a médica.

“O condicionador, por sua vez, não deve ser aplicado no couro cabeludo, apenas no comprimento do fio para auxiliar na reposição de lipídios, isto é, a gordura boa que o shampoo removeu. Dessa forma, promovemos alinhamento dos fios e controle do frizz”, finaliza.

Estresse

O controle do estresse é outra medida que deve fazer parte da rotina de quem deseja madeixas bonitas e saudáveis. “O cortisol é o principal hormônio liberado quando estamos sob efeito do estresse. O problema é que níveis elevados de cortisol podem levar a um quadro inflamatório que impede o crescimento dos fios e está envolvido no processo de queda dos cabelos”, alerta a médica.

Uma ótima maneira de controlar o estresse é, por exemplo, através da prática de exercícios físicos. “Além de auxiliar na redução do estresse e na melhora do sono, a prática regular de atividade física contribui para aumentar o fluxo sanguíneo, assim melhorando o aporte de nutrientes e oxigênio para o couro cabeludo, o que cria um ambiente ideal para o crescimento de fios saudáveis”, afirma.

Falta de sono

Sono de qualidade é indispensável para o bom funcionamento do organismo. Se a qualidade do seu sono está ruim, saiba que você pode estar colocando a saúde dos seus cabelos em risco. “A falta de sono aumenta o estresse, atrapalha a absorção de nutrientes e a produção de hormônios, prejudica o bom funcionamento do sistema imunológico e impede que o organismo consiga reparar os danos sofridos ao longo do dia. Segundo a dermatologista, essas condições podem favorecer a queda capilar, o aparecimento de fios brancos e o aumento da oleosidade no couro cabeludo.

Uso de ferramentas de calor

Ferramentas de calor, como secador e chapinha, também podem prejudicar os fios se utilizados de maneira frequente e incorreta, causando a formação do chamado “bubble hair”. “O bubble hair consiste na formação de bolhas dentro dos fios devido ao dano térmico provocado pelas ferramentas de calor que, literalmente, fervem a água dos cabelos. Com isso, a integridade dos fios é prejudicada, tornando-os mais quebradiços”, alerta a médica que, para minimizar os danos aos fios, recomenda maneirar no uso das ferramentas de calor e, quando utilizá-las, investir no uso de um protetor térmico.

Consumo de álcool

As bebidas alcoólicas, se consumidas com frequência e em quantidade excessiva, também podem impactar na saúde dos cabelos. “Em curto prazo, o álcool prejudica a hidratação de todo o organismo, inclusive dos cabelos, que se tornam mais ressecados, frágeis e quebradiços. Já a longo prazo, as bebidas alcoólicas podem prejudicar o aporte de nutrientes para os fios e aumentar a inflamação do couro cabeludo, favorecendo, consequentemente, a queda de cabelo, além de contribuir para piora da dermatite seborreica, por exemplo”, diz a especialista.

Por fim, a médica ressalta que, se você experimenta alteração nos fios e couro cabeludo mesmo evitando os maus hábitos, o mais importante é consultar um profissional especializado. “Apenas o médico poderá realizar uma avaliação e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso”, finaliza a dra. Jaqueline Zmijevski.