micasa
Obras de Rodrigo Edelstein instaladas na MiCasa – Fotos: reprodução/Instagram

Por Juliana Monachesi

A MiCasa apresentou nesta quarta-feira (28.09) em lançamento concorrido, sua mais nova aposta de design nacional: o jovem Rodrigo Edelstein e sua série de estreia, Remake By Meji. As peças vintage de madeira com telinha de aço inox de alta performance no lugar da tradicional palhinha brasileira estavam literalmente em casa no modernoso anexo da MiCasa, uma casa original dos anos 1930 que foi reformulada – mantendo a pegada vintage ­– pelo escritório de arquitetura ultrahype Estudio 2087.

Segundo Edelstein, a ideia de usar um material tão inusitado para o mobiliário (as telas são comumente utilizadas para filtragem industrial) surgiu quando foi trabalhar na metalúrgica do padrasto e, saturado pela rotina de trabalho na fábrica, começou a imaginar desdobramentos criativos para o universo ao seu redor. Ator de formação, o agora designer procurou outros artistas para pensar em parcerias. Rodrigo Almeida foi o primeiro a empreender um mergulho no universo da metalurgia para desenvolver móveis – que foram exibidos na DW! De 2012 e, depois, em Milão.

“Meu desejo é levar esse material para a arquitetura, mas achei que iniciar pelo design o processo de aproximação entre os dois mundos seria mais interessante”, conta o moço à Bazaar. Depois de garimpar diferentes cadeiras para trocar palha por aço, Edelstein criou as peças únicas expostas até sábado na MiCasa (e que depois entram no showroom); e, como bom artista, já começou a desdobrar a ideia.

Na expo, há também dois objetos em que o grid de aço inox entrou no lugar do vidro, uma luminária industrial e um armário-caixa. “Eu procuro usar o mínimo possível de recursos novos nas peças que encontro e refaço”, explica ele. Evitando o restauro, o designer garante que a história prévia de cada objeto siga presente no “remake”, enquanto o material inusitado propicia que este possa começar a viver uma nova história. Pra lá de cool.