Bazaar estreia o podcast “Garotas da Capa” com a cantora Iza

Em uma conversa descontraída, a cantora fala sobre suas preferências gastronômicas, representatividade e revela um talento que pouca gente conhece

by Luciana Franca
Iza veste look total Fila, com joias Marisa Clermann. Foto de Maltichique, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, styling de Biancha Jahara beleza de Mary Saavedra, produção executiva de Ornaldo Casagrande e retoque Helder Bragatel

Iza veste look total Fila, com joias Marisa Clermann. Foto de Maltichique, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, styling de Biancha Jahara beleza de Mary Saavedra, produção executiva de Ornaldo Casagrande e retoque Helder Bragatel

Foi na Harper’s Bazaar Brasil que Iza fez seu début na capa de uma revista de moda. Para quem não de lembra, ela estampou a edição de abril deste ano. Agora, a cantora participa de outra estreia. Ela é a primeira convidada do podcast “Garotas da Capa”, que, como o próprio nome sugere, é um bate-papo com as cover girls de Bazaar.

Em uma descontraída entrevista com a redatora-chefe da publicação, Luciana Franca, Iza fala sobre suas paixões gastronômicas, pirações consumistas e revela um talento que quase ninguém conhece: a ex-publicitária adora desenhar, principalmente roupas e acessórios.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O papo fica mais sério quando Iza reconhece a importância de influenciar muitas garotas negras. “Nunca achei que as pessoas pudessem se inspirar em mim. Quando você consegue fazer qualquer coisa, já é um desafio, você entende que tem que ser três vezes melhor para conseguir chegar lá”, diz ela. “Quando você é uma mulher negra, é criada para ser perfeita, pelo menos eu fui assim: não ter um cabelo fora do lugar, não estar com a roupa furada. Porque quando você está arrumada e entra numa loja, alguém vai seguir você. Isso acontece. Às vezes, isso (estar arrumada) é uma questão de proteção, para amenizar aquilo que a sociedade já faz você passar todos os dias. A sociedade ainda não entende muito bem como é ser uma mulher negra.”

Foto: Maltchique, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Mary Saavedra, styling de Bianca Jahara, retoque de Helder Bragatel, apoio Thinkers e 3T Locadora, e cenografia de Dudz

Foto: Maltchique, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Mary Saavedra, styling de Bianca Jahara, retoque de Helder Bragatel, apoio Thinkers e 3T Locadora, e cenografia de Dudz

A cantora e rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense em 2020, que tem mais de 10 milhões de seguidores no Instagram, também conversa sobre sua relação com a redes sociais.  “Você fica muito refém de compartilhar sua vida, principalmente quando se trabalha com música. Quando vai ver, as pessoas estão dentro da sua casa, vendo o que você está comendo… Isso é muito bacana em determinados momentos, mas tudo é uma questão de limite”, afirma. “Quando você começa e entregar demais, o público tem o direito de cobrar você. Eu me policio, compartilho até determinado ponto. Acho que é importante ter aquilo que é só meu, porque é isso que mantém a gente sã”, diz Iza.

 

Foto: Divulgação

Foto: Maltchique

Clique no link para ouvir toda a entrevista no Spotify ou na Deezer.

“Garotas da Capa” é o primeiro podcast original de Harper’s Bazaar Brasil. Nos programas, você vai encontrar conversas com as garotas (e alguns garotos) que estiveram estampados na ‘frontpage’ da revista brasileira. As entrevistas, mais descontraídas, são sobre moda, música, comportamento e curiosidades que eles não contariam em nenhum outro lugar. Disponível nas principais plataformas de streaming, o programa tem apresentação da redatora-chefe da publicação, Luciana Franca (com colaboração de outros editores), e criação, roteiro e edição de André Aloi.

Leia mais:
Radar 2020: as novidades musicais mais quentes do ano que vem
Água de coco é o segredo de beleza da cantora Iza
De publicitária a pop star: Iza enfrenta o medo de se expor