Beyoncé fecha o show Sound of Change, em Londres - Foto: Getty Images
Beyoncé fecha o show Sound of Change, em Londres – Foto: Getty Images

Por Laura Zúñiga

O clima em Londres neste sábado (01.06) era de festa. Com o termo “Power Women” como palavra de ordem no The Sound of Change Live, o trio de organizadoras Frida Giannini, Salma Hayek Pinault e Beyoncé Knowles-Carter reuniu um time de peso para promover sua campanha para a melhoria da educação, saúde e justiça de meninas e mulheres em todo o mundo. Apresentado pelo projeto Gucci Chime for Change, o show foi uma celebração do feminismo contemporâneo. E Bazaar é parceira da grife na iniciativa!

Os apresentadores convidados passaram por príncipe Harry e Madonna, que fez uma apresentação emocionante de uma escola para meninas em Carachi, no Paquistão, e anunciou que completará pessoalmente doações para a conclusão de sua obra. Doações para diversos projetos do Chime for Change ainda estão em aberto, e só com a venda de ingressos o movimento arrecadou US$ 4,3 milhões (cerca de R$ 9 milhões).

Mas o sucesso do projeto ficou por conta dos artistas que se apresentaram no estádio de Twickenham, em West London. Jessie J abriu os trabalhos em um show surpresa, com direito ao seu hit Price Tag, seguido de Iggy Azalea e Rita Ora. Quando Jennifer Lopez subiu ao palco, a plateia já estava animadíssima e cantou todos os hits da diva, poderosa com seu bodysuit da Falguni and Shane Peacock. Quando Mary J Blige se juntou a J.Lo no palco para cantar Come Together, o estádio veio abaixo.

Entre os convidados presentes, os atores James Franco e Jessica Chastain – que também subiram ao palco –, o estilista Christopher Kane, as ex-modelos Waris Dirie e Yasmin LeBon, a it-girl russa Miro Duma e Charlotte Casiraghi. Pippa Middleton e a modelo Edie Campbell (com o cabelo tingido de preto) foram outras que marcaram presença.

Todos aguardavam ansiosos a estrela da noite, Beyoncé, que apresentou um impecável set de quase uma hora. Ninguém melhor do que ela para personificar o poder feminino, e sua medley de A Change is Gonna Come e At Last, imortalizada por Etta James, trouxe lágrimas aos seus olhos – e da plateia.

Mas o alto astral de sua performance imperou. Queen Bey tocou seus hits Single Ladies, Who Run the World, If I Were a Boy e Survivor, de sua época de Destiny’s Child. E eis que surgiu no palco Jay Z para um dueto na música Crazy in Love. Foi o delírio dos presentes e o clímax de uma noite de celebração e conscientização sobre a importância da valorização feminina. Como Beyoncé destacou ao longo de seu show, “It’s Chime for Change”.

Qualquer um pode doar, de qualquer parte do mundo. Basta acessar chimeforchange.org e fb.com/chimeforchange.

E clique na galeria abaixo para ver mais imagens do show:

Veja mais:
Red carpet: Chime for Change