Foto: reprodução/Bazaar Art
Foto: reprodução/Bazaar Art

Antes as expedições buscavam espécimes e culturas ainda nunca vistas. Hoje, buscar respostas para nossa nebulosa cultura é tão difícil quanto abrir caminho pela mata fechada. Daniel Caballero encontrou no trabalho da desenhista e botânica inglesa Margareth Mee o olhar necessário para desvendar o caminho das flores na aridez da cidade contemporânea.

Discutir como cultivamos e reinventamos sua presença nesse cenário é sua busca nesse projeto que poderá ser visto, ainda em desenvolvimento, em exposição no Centro Britânico, em São Paulo, em maio de 2014. É impossível não lembrar da visão crítica presente na obra de Alberto Baraya e de outros artistas “expedicionários”.

Outras 9 Coisas que Amamos você confere na nova edição da Bazaar Art, que está nas bancas!

Assine a Harper’s Bazaar