Georgina Cooper clicada por Corinne Day - Foto: Corinne Day
Georgina Cooper clicada por Corinne Day – Foto: Corinne Day

Conhecida como a fotógrafa que descobriu que Kate Moss e responsável por uma enorme contribuição ao mundo da moda, Corinne Day ganha mais uma exposição na Gimpels Fil Gallery, em Londres. Dessa vez, a retrospectiva organizada por seu viúvo Mark Szaszy tem um apelo menos fashion e mais pessoal.

Batizada de May The Circle Remain Unbroken, uma das música preferidas da fotógrafa inglesa – morta em 2012 vítima de um câncer –  a mostra reúne registros descompromissados e nunca antes exibidos cliacados entre os anos de 1987 e 1996.

“É muito importante pra mim manter o legado de Corinne vivo entre seus amigos. Amo o espírito livre e experimental dos trabalhos dela nesse período”, declarou Szaszy. “Escolher não foi fácil. Espero que as pessoas aprendam que não se deve levar as coisas muito a sério, especialmente a moda”. A expo fica em cartaz de 16 de outubro a 23 de novembro, mas o livro homônimo a exposição já está disponível para vendas no site da editora Morel.