Dado Castello Branco lança o livro “Back Home”

A obra é retrato de uma trajetória que soma 25 anos aliando arquitetura e decoração para criar espaços residenciais de acolhimento e interação

by redação bazaar
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Sete anos depois de sua primeira coletânea de projetos, Dado Castello Branco lança “Back Home”, publicado pela Zeta Editora (360 páginas, R$ 350). A obra é retrato de uma trajetória que soma 25 anos aliando arquitetura e decoração para criar espaços residenciais de acolhimento e interação. O título da publicação é uma referência àquilo que o arquiteto mais escuta de seus clientes: o desejo de voltar para casa. O lançamento, que acontece no dia 23 de novembro na Etel, celebra a casa como protagonista e local de encontros e memórias.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Conhecido por executar com maestria uma arquitetura elegante e detalhista, Castello Branco revela um trabalho motivado por inspiração e criatividade. Ele mistura estilos sem perder sua identidade, apresentando soluções que, guardadas as diferenças, carregam em si sua assinatura. São anseios traduzidos em espaços que transmitem tranquilidade, bom gosto e elegância.

Castello Branco direciona o seu foco para o morar após aperfeiçoar o seu entendimento sobre casa e elevar o próprio padrão na entrega aos clientes. “Hoje é evidente que lar é o lugar para onde se quer voltar no fim do dia”, pontua o arquiteto. Para ele, é um privilégio projetar aquilo que ele chama de espaço para guardar as memórias e a herança emocional. “Buscamos aliar arquitetura e decoração para criar ambientes acolhedores, que por meio da luz natural, do mobiliário, tecidos, som, perfume, trazem não apenas o desejo de voltar para casa, mas também o desejo de permanecer, com as pessoas que amamos e convivemos”, completa.

A publicação reúne 21 projetos assinados por Castello Branco, entre os anos de 2014 e 2019, de apartamentos em São Paulo, Rio de Janeiro, Miami e Nova York, casas na capital paulista e casas de praia e campo em Angra dos Reis e Itirapina. As fotografias que ilustram a obra são assinadas por nomes como Douglas Friedman, Tuca Reinés, Fran Parente, Romulo Fialdini, Rui Teixeira e Marco Antonio.