Frida Kahlo (1939) - Foto: Nickolas Muray. © Nickolas Muray Photo Archives
Frida Kahlo (1939) – Foto: Nickolas Muray. © Nickolas Muray Photo Archives

Existem poucas mulheres no mundo que souberam se apropriar da moda e da imagem de forma tão poderosa quanto a mexicana Frida Kahlo. Forte figura feminista, a pintora – um dos maiores nomes da arte moderna -, é também conhecida pelo seu estilo pessoal único. Roupas eram questões importantes para Kahlo, que também destacava o que considerava imperfeito em seu corpo com objetivo de mostrar a beleza das falhas. Exemplo disso era o uso de delineador para ressaltar suas monocelhas. Kahlo era uma obra de arte em si.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Conjunto usado por Frida Kahlo - Foto: Diego Riviera and Frida Kahlo Archives, Banco de México, Fiduciary of the Trust of the Diego Riviera and Frida Kahlo Museums
Conjunto usado por Frida Kahlo – Foto: Diego Riviera and Frida Kahlo Archives, Banco de México, Fiduciary of the Trust of the Diego Riviera and Frida Kahlo Museums

Quando o museu V&A, em Londres, anunciou os planos de uma retrospectiva sobre a artista, o mundo da moda entrou em delírio. A partir deste sábado (16.04), a instituição apresenta mais de 200 itens de Frida Kahlo, recolhidos de acervos familiares e da própria Casa Azul, antiga residência da artista no México que agora funciona como instituição museológica.

São objetos que vão desde fotografias, muitas delas autorretratos, até maquiagens, cartas e famosas roupas usadas pela pintora. Batizada de Frida Kahlo: Making Her Self Up, a exposição abre um buraco na fechadura para o público conhecer um pouco mais sobre a vida privada da artista, além de ser a primeira vez em que o guarda-roupa dela será exposto fora de sua terra natal. Falar que a mostra é imperdível seria redundante.

Prótese de perna com bota de couro - Foto: Javier Hinojosa/© Diego Riviera and Frida Kahlo Archives, Banco de México, Fiduciary of the Trust of the Diego Riviera and Frida Kahlo Museums
Prótese de perna com bota de couro – Foto: Javier Hinojosa/© Diego Riviera and Frida Kahlo Archives, Banco de México, Fiduciary of the Trust of the Diego Riviera and Frida Kahlo Museums

“Ficamos extremamente felizes ao saber que a Casa Azul permitiu que as roupas de Frida Kahlo fossem expostas pela primeira vez em outro país”, disse Claire Wilcox, Curadora Sênior do V&A, para a Harper’s Bazaar americana.

O foco da exposição é explorar como a artista se utilizou de joias, roupas e outros acessórios para construir sua identidade, e como isso se relaciona com a força que ela lidou com os problemas pessoais e de saúde enfrentados por ela ao longo da vida. Já reservou seu ingresso?

Conjunto de maquiagens da artista, antes de 1954 - Foto: Javier Hinojosa. © Diego Riviera and
Conjunto de maquiagens da artista, antes de 1954 – Foto: Javier Hinojosa. © Diego Riviera and

Frida Kahlo: Making Her Self Up
Victoria & Albert Museum – Londres
De 16 de junho até 4 de novembro

Leia mais:
Arquitetura: mostra sobre Le Corbusier aborda o modernismo 
Brasileira Laura Lima abre exposição na Fondazione Prada, em Milão