Luísa Sonza se junta a Pabllo Vittar e Anitta e mergulham de cabeça na cultura gamer para o videoclipe de “Modo Turbo”- Foto: Pedrita Junckes (@pedrita)/Divulgação

Referência é tudo para um artista e sua obra, né? As brasileiras Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Anitta que nos digam. Nesta segunda-feira (21.12), a tríade do pop nacional começou a penúltima semana do ano com um novo feat: “Modo Turbo“, a nova colaboração da gaúcha com as cantoras.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Logo na estreia, a faixa produzida por Rennan da Penha e Rafinha RSQ, com letra de Sonza, Arthur Marques e Diego Timbó, ganhou um videoclipe dirigido pelo duo Alaska (a dupla Marco e Gustavo), recheado da estética do universo dos games expressa, principalmente, nos figurinos usado pelas artistas.

Bazaar esteve presente na coletiva de imprensa com as cantoras e as três falaram um pouco sobre quais (ou qual) foram as inspirações para a montagem dos looks que usaram no videoclipe. Não existiu uma personagem ou um jogo específico como fonte de olhar para elas mas, sim, a cultura como um todo.

Anitta se inspirou nas ‘skins’ do famoso game Free Fire para criar seu look ao lado de sua equipe – Stylist de Maria Clara Ribeiro Lima e beauty por Henrique Cardoso Martins. Fotos por Pedrita Junckes/Divulgação

“Não teve um personagem específico, ou jogo, foi o universo todo”, contou Luísa. Já Anitta, completou dizendo que estava bastante imersa neste mundo e sugeriu esta opção. “Estava tão imersa, já sonhava com isso. Sugeri para elas e falei que era um universo que estava bombando muito e que, até, poderíamos fazer coisas depois”, contando que pensam em vender os “skins”- como os figurinos são chamados nos jogos – para algum game que já exista.

A dona de “Vai Malandra” (2018), que usava peças Atelier Michelly X, aproveitou para contar, ainda, que os figurinos de cada uma foram inspirados e desenvolvidos de acordo com a vivência e o olhar de cada cantora sob o universo que seria explorado, detalhando que uma não mostrou para a outra o que iria vestir, até o dia da gravação.

“A gente nem olhou o look uma da outra. Criamos separado, baseado em nossas experiências gamers. Minha inspiração foi no ‘Free Fire’ (111dots Studio e Garena) mesmo, que é um jogo que eu estava jogando muito na época que rolou o convite. Mostrei o jogo e as ‘skins’ para a minha stylist e para o meu beauty artist e criamos em cima disso”, completou.

Pabllo Vittar se inspirou nela mesmo e em todo conteúdo oriental que ela consome para escolher seu look – Stylist de João França, com beauty de Thereza. Fotos por Pedrita Junckes/Divulgação

Já Pabllo Vittar, assídua consumidora de produtos culturais do mundo oriental, como animes e música k-pop, disse que a principal referência para seu figurino, montado com peças da Koia, foi a visão individual que ela mesma tem de todo este universo amplificado.

“Me inspirei em mim, nos meus gostos dentro dos games”, contou a cantora de “Rajadão” (2020), detalhando ainda mais. “Cada uma tem sua arma para explorar os nossos poderes individuais. Fui procurar, junto com meu stylist, tudo que era referência de jogos do tipo RPG (Role Playing Game) para ver os looks que estavam imersos neste tema”, afirmou.

Luísa Sonza queria incorporar uma elfa em seu look para “Modo Turbo – Stylist de Victor Miranda e beauty por Pedro Moreira. Fotos por Pedrita Junckes/Divulgação

Luísa Sonza, por sua vez, tinha na cabeça, logo de início quando Anitta sugeriu a ideia, que queria ser uma espécie de elfa. Foi, então, que calhou muito bem dela ter comprado há pouco tempo uma lace rosa que encaixaria muito bem no novo trabalho.

“Queria um momento especial para usá-la e, logo de cara, eu e o Pedro, meu maquiador, escolhemos esta peruca para usar. Enquanto isso, meu stylist foi criando meu look nessa vibe elfa, com o que eu tinha pensado: algo bem sexy e esvoaçante”, finalizou a cantora que usou figurino criado por Camila Pedroza.

Veja o clipe de “Modo Turbo”, nova música de Luísa Sonza com Pabllo Vittar e Anitta