Jean-Michel Basquiat - Foto: Reprodução
Jean-Michel Basquiat – Foto: Reprodução

A Fundação Luis Vuitton, na capital francesa, vai hospedar duas grandes exposições no segundo semestre de 2018: a do austríaco Egon Shiele, cuja marca foi a pintura figurativa, em que retratava o estado psicológico dos personagens, em vez de suas características físicas, e a do norte-americano Jean-Michel Basquiat, famoso por seus grafites nas ruas de Nova York e, posteriormente, por suas pinturas neo-expressionistas.

Shiele e Basquiat  morreram aos 28 anos de idade, em 1918 e 1988, respectivamente. As exposições darão ao público a oportunidade de conhecer e comparar trabalhos da Europa do século 20 e dos EUA dos anos 80.

Egon Shiele - Foto: Reprodução
Egon Shiele – Foto: Reprodução

As obras do austríaco terão foco em seus desenhos, já as do norte-americano serão voltadas para a pintura – algumas delas nunca exibidas ao público anteriormente, pois serão cedidas da coleção pessoal de Bernard Arnault,  é um dos maiores colecionadores de Basquiat.

Criada por iniciativa de Bernard Arnault, em 2006, pelo LVMH Group e suas maisons, a Fundação Louis Vuitton faz parte do patrocínio de arte e cultura desenvolvido pelo grupo há mais de 20 anos, cuja proposta é a de promover a criação artística nacional e internacionalmente.